IVAucher mais alargado à Cultura

Uma alteração ao decreto-regulamentar que o Governo quer aprovar em 26 de Agosto vai permitir que as facturas das lojas de discos e editoras de livros vão contar para o IVAucher desde 01 de Junho.

O Ministério das Finanças, explicou que os dois CAEs a adicionar ao Programa IVAucher, ambos do sector da cultura, são 47630 – comércio a retalho de discos, CD, DVD, cassetes e similares, em estabelecimentos especializados e 58110 – edição de livros.

Recorde-se que desde 01 de Junho, e até 31 de Agosto, os consumidores já podiam acumular IVA de despesas de alojamento, cultura ou restauração, para descontá-lo em novos consumos nesses sectores até ao final do ano.

Os dados mais recentes, do Ministério das Finanças, relativos a Junho, somam mais de seis milhões de facturas registadas no âmbito do programa IVAucher, nos sectores de alojamento, cultura e restauração, correspondes a 21,2 milhões de euros acumulados, mais 48% do que em Junho de 2020, e menos dois milhões de euros do que em Junho de 2019, antes da pandemia.