Início B1 IVA na restauração é assunto “tabu” para António Costa

IVA na restauração é assunto “tabu” para António Costa

O primeiro-ministro, António Costa, participa no plenário do Conselho Economico e Social para debater a Estratégia Nacional para Portugal pós-2020, na Assembleia da República, em Lisboa, 12 de setembro de 2017. JOÃO RELVAS/LUSA

O primeiro-ministro e o ministro de Estado e da Economia almoçaram ontem (19) com a direcção da AHRESP que, na altura, entregou a António Costa um conjunto de 11 propostas da associação.

Desejando que no fim do mês possa ser eliminado o limite de 50% à lotação dos restaurantes, António Costa prometeu analisar as propostas do sector, mas não falou em qualquer descida do IVA.

Sem resposta ficou a questão se tenciona aceitar a reivindicação de uma descida do IVA da restauração para 6%. Apenas comentou que foi o meu Governo quem baixou o IVA desta actividade para a taxa intermédia de 13%.

Segundo o primeiro-ministro, no caso da restauração, assim como em outros sectores, o Governo vai avaliar a par e passo como os próximos 15 dias vão evoluir. E explicou:

Temos bem consciência que impor a um restaurante uma limitação da sua lotação é um custo efectivo em termos de rentabilidade. Trabalhando com os profissionais do sector, aprendendo com a experiência, talvez consigamos criar condições para que, no próximo mês, se possam dar novos passos.

No entanto, António Costa disse que ainda não está em condições de assegurar que esses novos passos serão mesmo dados dentro de duas semanas.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter