COMPARTILHE

Os mais recentes dados do INE demonstram que 2018 foi um ano de crescimento para o turismo em Portugal, mas não foram atingidos os valores de 2017. No ano passado, aumentaram os turistas a visitar Portugal, o número de dormidas e as receitas. Contudo, comparativamente com 2017, os valores deste crescimento foram bastante mais modestos.

Em 2018, Portugal recebeu 22,8 milhões de turistas estrangeiros, num crescimento de 7,5% face a período homólogo, mas, ainda assim, bastante mais tímido quando comparado com o salto de 16,6% dado em 2017. Os espanhóis continuam a ser principal mercado, tendo registado um crescimento de 8,9% e contribuído com cerca de 30% para o acréscimo total no número de turistas.

As receitas também aumentaram, tendo totalizado 16,6 mil milhões de euros (+9,6%), mas numa subida inferior aos 19,5% de 2017.

O INE adianta ainda que, no total, foram registados 25,2 milhões de hóspedes (+5,1%) e 67,7 milhões de dormidas (+3,1%), enquanto que em 2017, tinham sido verificadas subidas de 12,9% e 10,8%, respectivamente. A estada média manteve-se nas 2,77 noites valor igual ao do ano anterior.

Estes e outros dados pertencem ao relatório “Estatísticas do Turismo 2018” publicado pelo INE e que disponibiliza um vasto conjunto de indicadores sobre a actividade turística em Portugal, nas vertentes de oferta e ocupação de alojamento turístico, bem como de procura turística dos residentes, no ano de 2018.