COMPARTILHE

A Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO – International Civil Aviation Organization) está a conduzir conferências regionais de segurança da aviação para aumentar a conscientização global e assegurar o compromisso dos Estados e Organizações.

A partir de hoje e até ao dia 31 de maio, o Altis Grand Hotel, em Lisboa, recebe a Conferência Regional sobre Segurança da Aviação, com a parceria da ANAC – Autoridade Nacional da Aviação Civil, para discutir e adoptar o “road map” para aplicação à região da Europa e Atlântico Norte.

Os resultados destas Conferências Regionais serão apresentados e discutidos na Segunda Conferência de Alto Nível sobre Segurança da Aviação, que a ICAO realizará em Montreal, Canadá, de 29 a 30 de novembro de 2018.

A abertura da conferência, que reúne os peritos de reconhecida competência em segurança na aviação a nível mundial, fica a cargo do Dr. Pedro Marques, ministro do Planeamento e Infraestruturas, da Dra. Fang Liu, secretária-geral da ICAO, do Dr. Luis Ribeiro, presidente da ANAC e do Dr. Luís Fonseca de Almeida, director Regional da ICAO para a Europa e Atlântico Norte.

Os oradores convidados vão apresentar as áreas prioritárias do Plano Global de Segurança da Aviação, tal como aprovado na sétima reunião da 212ª Sessão do Conselho da ICAO, tendo em conta o ambiente de ameaça e risco em rápida evolução, bem como o aumento esperado do tráfego aéreo.

Os desafios da segurança na aviação serão outra das temáticas debatidas, focando as necessidades para esta região da ICAO, considerando a diversidade dos Estados que a integram.

Representantes de diversos países vão também partilhar iniciativas nacionais de segurança, debatendo os conhecimentos já e o caminho a seguir para alcançar um desenvolvimento da capacidade complementar útil de forma a promover um crescimento transversal e equitativo dos Estados da Europa e do Atlântico Norte.

Para firmar o compromisso de implementação do Plano Global de Segurança da Aviação na região da Europa e Atlântico Norte, vai ser discutido o “Roadmap Regional”, que vem reafirmar a necessidade de otimizar os padrões e medidas internacionais de segurança na aviação, para responder mais eficazmente às ameaças emergentes.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter