Início Opinião/Crónica IATA: procura ficou abaixo do histórico crescimento anual de 5,5%

IATA: procura ficou abaixo do histórico crescimento anual de 5,5%

COMPARTILHE

O sector aéreo fechou 2019 com resultados positivos. O transporte global de passageiros subiu 4,2%, segundo dados da IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo).

Apesar da boa prestação, os números são inferiores aos registados em 2018, que registou uma subida de 7,3% comparativamente com o ano anterior.

Recorde-se que a IATA reúne as 290 maiores companhias aéreas do mundo, detentoras de 82% do tráfego mundial.

O ano de 2019 fica também marcado por ter sido o primeiro ano desde 2009 que a procura de passageiros ficou abaixo do histórico crescimento anual de 5,5%.

A oferta de assentos (ASK) subiu 3,4% no período, enquanto a taxa média de ocupação dos voos teve incremento de 0,7 p.p, atingindo os 82,6%. Em 2018, o indicador era de 81,9%.

Alexandre de Juniac, presidente da IATA, afirma que a queda é consequência da economia fraca, desaceleração do comércio global e tensões geopolíticas. Em contrapartida, a crise dos aviões da Boeing 737 Max contribuíram para que as empresas ajustassem as frotas à baixa procura.

Em dezembro do ano passado, o tráfego global de passageiros cresceu 4,5%. Em novembro o resultado foi de 3,3% e em outubro, 3,4%.