COMPARTILHE

Os últimos dados da STR, referentes a Outubro, indicam um crescimento positivo nos três principais indicadores do sector hoteleiro. Com destaque para dois destinos específicos: Madrid e Amesterdão.

No caso da ocupação hoteleira registou-se um crescimento de 2,4%, face a valores de Outubro de 2017, fixando-se nos 77,4 por cento. Já no preço médio da diária situou-se nos 116,15 euros o que representou um aumento de 6%. Quanto ao RevPAR registou um incremento de 8,6% para os 89,99 euros.

Os valores devem-se, em grande parte, à boa prestação de Madrid e Amesterdão. No caso da capital espanhola houve um aumento da taxa de ocupação de 5,6% fixando-se nos 85,7%, com a média da diária a aumentar 17.9% (138,88 euros) e o RevPAR a crescer 24,5% (119,07 euros). Os valores de Amesterdão foram mais modestos, mas nem por isso menos importantes. A diária aumentou 3,2% para os 158,87 euros e o RevPAR cresceu 1,8% (134,96 euros), que compensaram a ligeira quebra da taxa de ocupação (-1,4%) fixando-se nos 84,9 por cento.