Início B2 Grupo TUI aumenta prejuízo no 1.º trimestre do ano fiscal 2020/21

Grupo TUI aumenta prejuízo no 1.º trimestre do ano fiscal 2020/21

O grupo alemão TUI informou em comunicado que no primeiro trimestre (Outubro a Dezembro) do exercício 2020/2021 registou um prejuízo de 802,9 milhões de euros. Ou seja, mais 524,3% que em termos homólogos, sendo a causa apontada as restrições de viagens causadas pela pandemia.

Quanto à facturação do primeiro trimestre fiscal 2020/2021, teve uma quebra de 87,8%, para 468,1 milhões de euros.

O grupo alemão explica em comunicado que os pedidos dos clientes para o Verão de 2021 é forte, apesar das incertezas.

Mesmo assim, a TUI registou 2,8 milhões de reservas para o Verão deste ano, um número que representa 56% das reservas efectuadas na mesma altura para o Verão de 2019.

No passado mês de Janeiro, os accionistas da TUI aprovaram em as novas ajudas estatais concedidas em Dezembro, no valor de 1.800 milhões de euros. Com esta ajuda, o Estado alemão fica com uma participação até 25% do capital do grupo, se converter a dívida em acções.

Saliente-se que a TUI já tinha recebido ajudas estatais no valor de 4.800 milhões de euros.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter