Início B4 Governo reforça apoio às PME do turismo com 20 milhões de euros

Governo reforça apoio às PME do turismo com 20 milhões de euros

São mais 20 milhões de euros de apoios e destinam-se a reforçar a tesouraria das micro e pequenas empresas (PME) do turismo, cuja procura representa uma taxa de compromisso de cerca de 98%, revela despacho do Governo publicado ontem (terça-feira).

O objectivo do reforço orçamental, que é feito em contexto de reabertura da actividade económica, é dar continuidade ao apoio público financeiro às micro e pequenas empresas do sector que ainda estão a passar por uma fase complicada, principalmente no que respeita ao equilíbrio da tesouraria.

– Importa proceder a um novo reforço da dotação da linha, em 20 milhões de euros, por forma a garantir o essencial neste momento e que é a continuidade do apoio público financeiro às micro e pequenas empresas do sector, ainda imprescindível na actual fase, afirma a secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, que assina o despacho.

A Linha de Apoio à Tesouraria das Microempresas do Turismo – Covid-19, criada em Março de 2020, já tinha sido ajustada para possibilitar a conversão de parte do financiamento a fundo perdido, alargar a sua aplicação às pequenas empresas e, em Fevereiro passado, foi reforçada em 20 milhões de euros, passando a linha a ter uma dotação de 120 milhões de euros.

O Governo, no despacho, assinala haver uma procura constante das empresas do turismo por este instrumento, ao abrigo do qual foram aprovadas 12.370 candidaturas, com um financiamento associado de 117,7 milhões de euros, correspondente a uma taxa de compromisso de cerca de 98%.

Segundo o executivo, a circunstância de este reforço se enquadrar já num contexto de reabertura da actividade económica implica que às candidaturas apresentadas a partir de hoje (quarta-feira), data da entrada em vigor do despacho, não seja aplicável o mecanismo de prémio de desempenho previsto para os projectos apresentados e aprovados ao abrigo dos anteriores reforços.

A linha de apoio resulta de uma parceria entre o Turismo de Portugal e 12 instituições de crédito (Abanca, Bankinter, BPI, BPG, CCAM, CGD, Eurobic, Millennium BCP, Montepio, Novo Banco, Novo Banco dos Açores e Santander), que partilham o financiamento a conceder.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter