Início Opção Turismo Reino Unido dá o dito por não dito sobre viagens ao estrangeiro

Reino Unido dá o dito por não dito sobre viagens ao estrangeiro

O governo de Boris Johnson está a trabalhar na diminuição das restrições para os britânicos que estão totalmente vacinados de forma a permitir-lhes férias de Verão nas praias europeias.

Porém, apesar de existir esta vontade, os planos ainda não estão concluídos, ressalvou o secretário da Saúde, Matt Hancock.

O responsável pela pasta da Saúde admite uma solução para as viagens internacionais de quem está totalmente vacinado, mas não se compromete com datas.

Este  pequeno sinal vem depois de o Reino Unido ter retirado Portugal da ‘lista verde’a qual durante um breve período permitiu a visita de milhares de cidadãos britânicos ao território nacional, tanto para a Liga dos Campeões como para as praias do Algarve. Actualmente já não podem viajar para a maioria dos países europeus sem regras apertadas de testagem e quarentena, com custos a seu cargo.

Neste momento, o Reino Unido tem cerca de 80% dos adultos com uma dose administrada e quase 60% com as duas doses, o que poderá dar margem para devolver algumas das liberdades aos cidadãos apesar da variante Delta, que é mais contagiosa, ter levado a um adiamento do ‘Freedom Day’, inicialmente planeado para 21 de Junho e agora apontado para 19 de Julho. Assim, é provável que maior liberdade nas deslocações ao estrangeiro só aconteça a partir de Agosto.

No final da semana passada, o ministro da Justiça britânico tinha afirmado que, face ao aumento de algumas variantes da Covid-19, não haverá férias ou viagens ‘normais’ neste Verão no Reino Unido.

No entanto, Robert Buckland admitiu que o executivo de Londres não descarta uma diminuição das actuais restrições em vigor, tanto no que diz respeito a viagens ao exterior quanto à quarentena, para aquelas pessoas que já receberam as duas vacinas contra o coronavírus, estando totalmente imunizadas.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter