Início Opinião/Crónica Fronteiras: Alemanha, Áustria e República Checa não aceitam lista da UE

Fronteiras: Alemanha, Áustria e República Checa não aceitam lista da UE

Como é sabido, a União Europeia (UE) divulgou na passada terça-feira uma lista de 15 países fora da UE com quem foram levantadas as restrições.

No entanto e porque a lista não é vinculativa, a Alemanha, a Áustria e a República Checa decidiram manter fechadas as fronteiras externas esses países.

No entanto, a Alemanha anunciou o alívio das restrições aos viajantes de 11 países – Austrália, Canadá, China, Coreia do Sul, Geórgia, Japão, Montenegro, Nova Zelândia, Tailândia, Tunísia e Uruguai -, desde que também permitam a entrada de alemães.

Na Áustria, também, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Alexander Schallenberg, anunciou que o país mantém para já a proibição de viagens de ou para vários países não europeus e emitiu alertas aos viajantes para seis países dos Balcãs Ocidentais – Albânia, Bósnia, Kosovo, Macedónia do Norte, Montenegro e Sérvia -, apesar de os dois últimos integrarem a lista europeia.

O alerta, que adverte os austríacos para não viajarem para esses destinos e pede aos que lá estejam que regressem com urgência à Áustria.

Por sua vez, a República Checa decidiu também manter as restrições a seis países incluídos na lista da UE – Argélia, Geórgia, Marrocos, Ruanda, Tunísia e Uruguai – e, em relação aos restantes, condicionar o levantamento de restrições à reciprocidade, isto é, à permissão de entrada nesses países de cidadãos checos.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter