COMPARTILHE

A notícia foi avançada pelo grupo britânico Thomas Cook. O grupo está a negociar a venda de parte do negócio com os chineses Fuson International Limited, que em Portugal é detentora de 85% seguradora Fidelidade. Em comunicado o Thomas Cook adiantou que a área da aviação não está incluída na oferta.

O (breve) comunicado adianta que o conselho de administração do grupo está a analisar o interesse, referindo, no entanto, que não há certeza de que esta resulte numa oferta formal.

O grupo britânico sofreu algumas quedas na bolsa, fruto dos últimos resultados apresentados, que revelaram uma dívida de 1,25 mil milhões de livras (cerca de 1,4 mil milhões de euros). Valores que comprometem a viabilidade (pelo menos a curto prazo) do negócio.