Fiscalização apertada nas viagens para fins-de-semana e férias da Pascoa

O Ministério da Administração Interna deu orientações à PSP e GNR no sentido de apertar a fiscalização nas estradas, em especial a caminho do Algarve, para impedir deslocações de lazer nos fins-de-semana ou férias da Páscoa.

Aproximam-se as férias da Páscoa e os portugueses que tinham viagens já programadas para esta altura do ano, não só no Algarve, mas para outras zonas do país, vão ter que mudar de planos, uma vez que o país está a viver em estado de emergência, com medidas restritivas.

De acordo com o ministro Eduardo Cabrita, só serão autorizadas deslocações previstas no decreto do Estado de Emergência, devendo todas as outras ser consideradas uma violação do dever geral de recolhimento.

O decreto prevê 15 excepções que vão desde a aquisição de bens e serviços, até idas ao banco ou à bomba de gasolina.

Este foi um dos temas abordados na terceira reunião da estrutura de Monotorização do Estado de Emergência, presidida pelo ministro da Administração Interna, e que integra representantes das forças e serviços de segurança e secretários de Estado das áreas governativas da Economia, dos Negócios Estrangeiros, da Presidência do Conselho de Ministros, da Defesa Nacional, da Administração Pública, da Saúde, do Ambiente, das Infra-Estruturas e Habitação e da Agricultura.

Leia mais notícias em OPÇÃO TURISMO