Exportações de turismo vão continuar abaixo dos níveis pré-pandemia

As exportações de turismo vão começar a recuperar a partir deste ano, segundo as projecções do Banco de Portugal (BdP).

Contudo, o regulador bancário alerta que a retoma do sector será lenta e que no final de 2023 ainda irão manter-se ligeiramente abaixo dos níveis registados no final de 2019.

As exportações de turismo e de alguns serviços associados, como os transportes, sofreram um maior impacto da crise pandémica em 2020, recorda o Banco Central no Boletim Económico de Junho, divulgado esta quarta-feira.

No primeiro trimestre deste ano as exportações de serviços situaram-se em cerca de 50% abaixo do valor pré-pandémico, levando a que as mesmas, mesmo com estimativas de recuperação muito significativas projectadas para o segundo semestre, ainda devam fixar-se em cerca de 30% do nível de 2019.

O BdP alerta também para o factor de incerteza adicional no curto prazo no que respeita às estimativas para as exportações de turismo, destacando que dependem das decisões quanto à circulação internacional de pessoas nos países emissores de turismo e em Portugal, adiantando ainda que a recuperação gradual estará em linha com o levantamento das restrições e a redução dos receios de contágio com a implementação da vacinação.