Início B3 Alentejo: turistas espanhóis muito abaixo das expectativas

Alentejo: turistas espanhóis muito abaixo das expectativas

As fronteiras entre Portugal e Espanha foram reabertas, mas apesar de tudo, a entrada de turistas espanhóis no nosso país está muito abaixo das expectativas, pelo menos para o Alentejo, assumiu o presidente da Agência Regional de Promoção Turística.

Vítor Silva assumiu que, no Alentejo, a quebra está nos 80 e tal, perto dos 90%, lembrando que o primeiro mercado turístico estrangeiro da região é o espanhol, representando cerca de 20% do total de turistas.

O responsável rejeitou, no entanto, que a ausência de corredores aéreos internacionais com destino a Lisboa seja o factor determinante para a quebra turística na região.

Devido à pandemia da Covid-19, por decisão conjunta dos dois países, a fronteira luso-espanhola esteve encerrada durante três meses e meio, entre os dias 17 de Março e 30 de Junho, com pontos de passagem exclusivamente destinados ao transporte de mercadorias e a trabalhadores transfronteiriços.

No caso do Alentejo, o turista espanhol vem, sobretudo, de carro, mas as entradas, em termos de informações quotidianas recebidas nas cidades e vilas fronteiriças o número de é muito reduzido.

O dirigente regional acredita que se trata ainda de um problema psicológico, as pessoas têm medo de viajar e o turismo é muito sensível às questões de segurança, não apenas a sanitária.

Vítor Silva acredita que a chegada de turistas estrangeiros ao Alentejo será especialmente importante a partir de Outubro, e que, apesar de a região continuar a apostar muito nos turistas portugueses, o turista estrangeiro é decisivo para o Alentejo.

O turismo do Alentejo é 65% de portugueses e 35% de estrangeiros.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter