Início VIP Empresas descontentes com programas de apoio do Governo

Empresas descontentes com programas de apoio do Governo

Mais de 80% das empresas em Portugal, muitas delas ligadas ao sector do turismo, consideram que são precisas mais ajudas do Estado. O valor agravou-se face ao mês anterior. Esta é uma das conclusões do inquérito mensal da Confederação Empresarial de Portugal (CIP), em conjunto com o ISCTE, sobre expectativas das empresas e avaliação do combate à pandemia.

O inquérito revela, assim, que 58% das empresas consideram que os programas de apoio do Estado estão aquém do que é preciso e 25% relatam que as ajudas estão muito aquém do que necessitam para enfrentar a situação.

Além destes valores, 49% das empresas inquiridas consideram que as novas medidas anunciadas pelo Governo são consideradas insuficientes, enquanto 24% defende que são demasiado restritivas.

As medidas avaliadas pelos empresários são as que se conheciam até à realização do inquérito, entre 6 e 11 de Novembro, não estando, por isso, reflectidas na totalidade as restrições ao abrigo do novo estado de emergência, que entrou em vigor no dia 9 deste mês.

O inquérito revela ainda que a grande maioria das empresas estão a contar manter os postos de trabalho num futuro próximo, mas 21% admitem diminuir o número de trabalhadores.

Estes valores mostram um agravamento de 4 pontos percentuais face ao mês anterior, em que apenas 17% dos inquiridos admitiam cortes nos trabalhadores.

No que diz respeito ao financiamento bancário, da amostra de empresas que já pediram esse financiamento, 92% já o receberam.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here