Início Breves Efemérides do dia – 06 novembro

Efemérides do dia – 06 novembro

COMPARTILHE

Principais acontecimentos registados no dia 06 novembro.
Hoje é quarta-feira, dia 06 de novembro de 2019. Este é o tricentésimo décimo dia do ano.
Dia Internacional para a Prevenção da Exploração do Meio Ambiente em Tempo de Guerra e de Conflito Armado.

Faltam 55 dias para o termo de 2019.
Os nascidos neste dia pertencem ao signo Escorpião.

1656 – Morre D. João IV.

1772 – O Marquês de Pombal oficializa o ensino primário em Portugal.

1854 – Nasce o compositor norte-americano John Philip Sousa.

1860 – Abraham Lincoln vence as eleições presidenciais dos EUA.

1869 – Disputa-se aquele que todos consideram ter sido o primeiro jogo de futebol americano da história entre a Rutgers University e os seus vizinhos da Princeton University.

1893 – Morre, aos 53 anos, em São Petersburgo, o compositor russo Piotr Ilich Tchaikovsky.

1913 – Mahatma Gandhi é preso pela primeira vez, quando liderava uma marcha de mineiros em protesto.

1919 – Nasce, no Porto, a poetisa Sophia de Mello Breyner.

1921 – O Teatro Ginásio de Lisboa é destruído por um incêndio.

1929 – Morre o pintor Columbano Bordalo Pinheiro.

1936 – Guerra Civil de Espanha. Começa o cerco de Madrid, pelas forças falangistas de Franco. O Governo republicano muda-se para Valência.

1959 – É criado o Centro de Instrução de Operações Especiais de Lamego.

1962 – A Assembleia-geral das Nações Unidas aprova a aplicação de sanções económicas à África do Sul pela política de discriminação racial.

1968 – Começam, em Paris, conversações para a paz no Vietname.

1975 – Debate televisivo na RTP entre o líder socialista Mário Soares e o secretário-geral do PCP, Álvaro Cunhal. Soares acusa o chefe dos comunistas de querer instaurar uma nova ditadura no país. Cunhal que o considera o chefe da reação responde com uma frase que fica célebre: “Olhe que não, doutor, olhe que não…”.

1979 – Demite-se o Governo iraniano. O primeiro-ministro Mahdi Bazargan é afastado por divergências com Ayatollah Khomeini.

1984 – Ronald Reagan é reeleito presidente dos EUA.

– Três elementos da Polícia Secreta polaca confessam o assassínio do padre Jerzy Popieluszko.

1985 – Posse do X Governo Constitucional. Primeiro-ministro é Cavaco Silva.

1990 – Morre, aos 64 anos, o ator português Carlos Wallenstein.

– A Hungria adere ao Conselho da Europa.

1992 – Morre, aos 50 anos, o cavaleiro tauromáquico Gustavo Zenkl.

1996 – A Croácia adere ao Conselho da Europa.

1997 – Mário Soares e Álvaro Cunhal discutem o futuro da União Europeia num programa de televisão, reeditando o debate de 1975.

1999 – Artur Santos Silva, presidente da sociedade Porto 2001, põe o lugar à disposição do ministro da Cultura.

2001 – Os EUA duplicam o número de soldados das suas forças de elite no Afeganistão.

2002 – Começa, em Lisboa, a demolição do Estádio José Alvalade, inaugurado a 10 de junho de 1956.

2003 – O grupo têxtil Melka encerra as duas últimas empresas em Portugal, deixando no desemprego 308 trabalhadores.

– É apresentada no Parlamento a auditoria da Inspecção-Geral de Finanças às contas do antigo Fundo de Defesa Militar do Ultramar.

– A sonda espacial norte-americana Voyager 1, lançada 26 anos antes, abandona o sistema solar.

2004 – Descarrilamento de comboio nos arredores de Londres, junto a passagem de nível, causa 150 feridos.

2005 – Cerca de 1300 carros incendiados, dez polícias antimotim feridos e 312 pessoas detidas, em bairros suburbanos de diferentes regiões de França, no 11º dia de violência.

2006 – A TAP chega a acordo com o grupo Espírito Santo para a compra da Portugália, por 140 milhões de euros.

– Os Estados Unidos e a União Europeia criam um grupo de contacto para melhorar a cooperação em matéria de justiça criminal, essencialmente na luta contra o terrorismo.

– Um tribunal italiano condena a dez anos de prisão um cidadão egípcio, tido pela justiça espanhola como um dos cérebros dos atentados de 11 de março em Madrid, por associação criminosa com o terrorismo internacional.

– Os movimentos palestinianos Hamas e Fatah chegam a um princípio de acordo para a formação de um governo de unidade nacional.

– O compositor português José Manuel Mesquita Lopes, com o tema “Estudo com sequência”, é um dos vencedores do I Concurso luso-espanhol de composição para guitarra clássica “Cidade de Badajoz”.

– Morre, aos 81 anos, Bulent Ecevite, antigo primeiro-ministro turco.

2007 – O primeiro-ministro anuncia a ampliação dos cuidados do Serviço Nacional de Saúde, que integrará pela primeira vez programas nacionais de saúde oral, de vacina contra o cancro do colo do útero e de apoio à procriação medicamente assistida.

– Uma operação contra 20 alegados terroristas conduz à detenção de 15 suspeitos em Portugal, França, Itália e Reino Unido, segundo as várias autoridades envolvidas. A Eurojust, organismo de cooperação judiciária da União Europeia, afirma que a rede pan-europeia, tem uma ligação clara à Al-Qaida e teria programado ataques terroristas em Itália, no Afeganistão, no Iraque e nos países árabes.

– A maioria socialista aprova, com os votos contra de toda a oposição, o novo Estatuto do Aluno, que permite que os estudantes passem de ano sem frequentar as aulas, desde que sejam aprovados nas provas de recuperação.

– Um acidente com um autocarro na A23 resulta na morte de 17 alunos da Academia Sénior de Castelo Branco.

2008 – Cerca de 2.000 sindicalistas da CGTP desfilam até à Assembleia da Republica para manifestar o seu repúdio pelo Código do Trabalho e prometem “continuar a lutar no terreno” contra a nova legislação

– A MTV atribui a título excecional o prémio “Lenda da música” a Paul McCartney, que com os Beatles colocou Liverpool no centro do mapa da música pop rock a partir dos anos 1960.

– Morre, aos 84 anos, o pintor Raul da Costa Camelo, em Paris, onde vivia desde 1950. Raul Costa Camelo expôs com frequência em França e Portugal. Os críticos de arte qualificam a sua obra abstrata como de uma “modernidade intemporal”.

2012 – Morre, aos 98 anos, Maxime, mais velho líder religioso ortodoxo da Europa, patriarca da Igreja Ortodoxa búlgara.

2013 – Morre, aos 92 anos, Jorge Dória, ator brasileiro.

2014 – O Tribunal Constitucional dá “luz verde” aos aumentos dos descontos para a ADSE e outros subsistemas de saúde do Estado, aprovados em maio, diploma cuja fiscalização tinha sido pedida pelo PCP, BE e PEV, em junho.

– Morre, aos 79 anos, José Malaquias Pinela, um dos dirigentes sindicais que fez parte da fundação da CGTP-Intersindical.