COMPARTILHE

Principais acontecimentos registados no dia 12 julho

Hoje é dia 12 de julho de 2019. É sexta-feira! E também o centésimo nonagésimo terceiro dia do ano.
Faltam 172 dias para o termo de 2019.
Dia do Khebab e Dia das Pessoas com olhos de Cor Diferente

1468 – Nasce o compositor e poeta espanhol Juan del Encina.

1605 – Chegam à Nova Espanha, atual México, os primeiros exemplares de “D. Quixote de la Mancha”, de Cervantes.

1690 – Batalha de Royne. Guilherme D’Orange vence o rei Jaime II da Grã-Bretanha.
1797 – São banidas as associações políticas no Reino Unido.

1817 – Nasce o filósofo, escritor e naturalista norte-americano Henry David Thoreau, autor de “Walden”.

1854 – Nasce George Eastman, inventor da máquina fotográfica, fundador da Eastman Kodak.

1859 – Em Portugal, é assinado o armistício de Vila Franca.

1884 – Nasce o artista plástico italiano Amadeo Modigliani, companheiro de Amadeo de Souza Cardoso em Paris.
1892 – Nasce o escritor polaco Bruno Schulz, autor de “As Lojas de Canela” e “Sanatório”, morto em 1942 por oficiais das SS de Hitler.

1884 – Nasce o artista italiano Amadeo Modigliani, precursor do modernismo, companheiro de Amadeo de Souza Cardoso em Paris.

1902 – O Parlamento australiano aprova o direito de voto das mulheres.

– É patenteado o processo de fabrico de barbitúricos, definido por Adolf von Baeyer, Nobel da Química em 1905.

1904 – Nasce o poeta chileno Pablo Neruda, pseudónimo de Neftalì Ricardo Reyes, diplomata e Nobel da Literatura em 1971, autor de “Crepusculario”.

1906 – Caso Dreyfuss. O capitão Alfred Dreyfus do Estado-Maior francês, condenado em 1894 por traição, com base em provas falsas, é reabilitado.

1941 – II Guerra Mundial. Pacto de ajuda mútua entre o Reino Unido e a URSS.

1949 – França abre o primeiro banco de sangue de uso civil constituído no mundo.

1957 – O príncipe Karim, 20 anos, estudante da Universidade de Harvard, assume o título Agha Khan, dirigente de 20 milhões de muçulmanos ismailitas.
1960 – A França concede a independência a Damoé, Nigéria, Alto Volta, Costa do Marfim, Chade, África Central e ao Congo.

1962 – Num clube em Londres, Mick Jagger (voz), Keith Richards (guitarra), Brian Jones (guitarra), Mick Avory (bateria) e Dick Taylor (baixo) – a primeira formação dos Rolling Stones – tocam cinco músicas, dando início a uma das mais duradouras bandas rock.
1973 – A polícia de choque ataca cerca de três mil trabalhadores da TAP que, em protesto, pedem aumentos salariais.
1975 – Independência de S. Tomé e Príncipe.

1976 – Morre o artista português Dórdio Gomes. Tinha 85 anos.

1978 – Assassínio de um dos mais destacados chefes da mafia norte-americana, Camino Galante, “O Padrinho”.
1986 – O ex-vice-presidente do Conselho de Estado guineense Paulo Correia e 11 outros réus são condenados à morte pelo Tribunal Superior de Bissau.
1988 – Morre, aos 79 anos, o cineasta e encenador norte-americano Joshua Logan, realizador de “Bus Stop”.
1994 – Inauguração do Museu do Chiado. A instituição alberga o acervo do Museu de Arte Contemporânea, danificado pelo incêndio da baixa de Lisboa, em 1988.

1995 – O jornalista norte-americano Allan Nairn depõe perante a Comissão de Descolonização da ONU e solicita o julgamento dos generais indonésios pelo genocídio do povo de Timor-Leste.

– O Parlamento Europeu indica o nome do jurista finlandês Jacob Soderman para primeiro Provedor de Justiça da UE.

1996 – Buckingham apresenta o acordo de divórcio firmado entre Carlos e Diana de Gales.
1998 – A França conquista o Mundial de futebol, derrotando o Brasil na final.

2000 – A Assembleia da OUA estabelece o quadro para a formação da União Africana.

2003 – Morre o músico de jazz e compositor norte-americano Benny Carter. Tinha 95 anos.

2005 – O Conselho Europeu reforça dispositivo antiterrorista e estabelece a retenção de comunicações telefónicas e eletrónicas.

2006 – Ataque do Hezbollah ao norte de Israel desencadeia ofensiva de Telavive ao Líbano, que se estenderá durante 34 dias.

– A Comissão Europeia condena a Microsoft a uma nova multa de 280,5 milhões de euros, por não ter aberto o Windows ao desenvolvimento de programas compatíveis, por outras empresas, conforme imposto em 2004.

2007 – Milhares de pessoas manifestam-se em Lisboa contra as políticas laborais do governo, numa iniciativa da Frente Comum dos Sindicatos da Administração Pública.

2008 – O ministro da Administração Interna, Rui Pereira, anuncia que Loures e Sintra vão ser os primeiros concelhos da região de Lisboa a receber contratos locais de segurança, instrumento que prevê o reforço da segurança comunitária e policiamento de proximidade

– Morre o antigo porta-voz da Casa Branca e comentador conservador Tony Snow, devido a um cancro do cólon. Tinha 53 anos.

2010 – Morre, aos 81 anos, o fiscalista Rogério Fernandes Ferreira. Participou em várias reformas setoriais, tendo sido defensor do fim das distinções no IRS, catedrático do ISEG que lecionou ainda na Universidade Católica, Nova e ISG.

– Morre, aos 70 anos, o autor de banda desenhada norte-americano Hervey Pekar, conhecido pela série autobiográfica de uma vida banal “American Splendor”, levada ao cinema em 2003.

– Morre, aos 87 anos, Cesare Siepi, destacado baixo da ópera italiana, preferido do maestro Toscanini e referência na interpretação do personagem Don Giovanni de Mozart.

2012 – O Conselho de Ministros aprova a reprivatização dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo através da venda direta a um investidor que se torne “acionista de referência” e numa “perspetiva de investimento estável e de longo prazo”.

2013 – Morre, aos 84 anos, António da Cruz Rodrigues, primeiro presidente do Partido Nacional Renovador, em Lisboa.

2014 – Morre Albino Pais, padre antigo diretor do semanário católico em Macau “O Clarim”, em Portugal. Tinha 73 anos.

2017 – O ex-presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva é condenado a nove anos e meio de prisão pelos crimes de corrupção passiva e branqueamento de capitais, num dos processos da operação Lava Jato.

– Morre, aos 72 anos, Chuck Blazer, o norte-americano no centro do escândalo de corrupção da Federação Internacional de Futebol (FIFA) em 2015.

– Morre, aos 70 anos, Ray Phiri, músico de jazz sul-africano que fundou a banda Stimela e atuou com Paul Simon na digressão de “Graceland”.

2018 – A justiça alemã decide extraditar para Espanha o ex-presidente catalão Carles Puigdemont por alegado delito de peculato (desvio de fundos), mas não pelo crime de rebelião, como pediam as autoridades espanholas.

– O Governo aprova a alteração dos estatutos da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos, alargando a sua regulação aos setores do gás de petróleo liquefeito, dos combustíveis derivados do petróleo e dos biocombustíveis.

– Uma equipa internacional de cientistas descobre pela primeira vez no espaço profundo uma origem de neutrinos, partículas subatómicas capazes de percorrer milhões de anos-luz e atravessar toda a matéria.

– O parlamento aprova uma alteração à lei de autodeterminação da identidade de género de PS, BE e PAN, estabelecendo a obrigatoriedade de um relatório médico que ateste a vontade dos menores, em resposta ao veto presidencial.

– O parlamento aprova a lei que vai regular as plataformas de transporte como a Uber e a Cabify com os votos a favor do PS, PSD e PAN, e com os votos contra do BE, PCP e Os Verdes.

– A Câmara de Lisboa é condenada pelo Supremo Tribunal de Justiça a pagar 96 milhões de euros à família Arez Romão, no âmbito de um processo relativo à cedência de um terreno no Lumiar em 1983. A câmara foi processada em 1997 porque a construção no terreno doado teria fins sociais, mas acabou destinada a habitação de luxo.

– Morre, aos 85 anos, Laura Soveral, atriz portuguesa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here