COMPARTILHE

Principais acontecimentos registados no dia 10 julho

Hoje é quinta-feira, dia 10 de julho de 2018, centésimo nonagésimo primeiro dia do ano.
Faltam 174 dias para o termo de 2019
Dia Internacional da Pizza.

1509 – Nasce João Calvino, teólogo francês que extrema a reforma protestante, no cantão de Genebra.
1871 – Nasce o escritor francês Marcel Proust, autor de “Em Busca do Tempo Perdido”.

1900 – O Metropolitano de Paris abre ao público, como atração da Exposição Universal. A inauguração ocorrerá no dia 19.

1902 – É inaugurado o Elevador do Carmo, mais conhecido por Elevador de Santa Justa, que faz a ligação entre a Rua do Carmo e o Largo do Carmo, obra do engenheiro Raul Mesnier de Ponsard.

1916 – Estreia do filme “O Vagabundo”, de Charles Chaplin.

1925 – É constituída a agência noticiosa soviética Tass.

1940 – II Guerra Mundial. A Constituição do marechal Pétain abre a III República Francesa e enquadra a ocupação nazi alemã.
1943 – II Guerra Mundial. Forças aliadas desembarcam na Sicília.

1945 – II Guerra Mundial. Reabre o Museu do Louvre, um ano depois da libertação de Paris.

1961 – Início da “Operação Viriato” contra a guerrilha em Angola. É tomada a base de Nambuangongo.
1962 – Os EUA lançam o Telstar 1, primeiro satélite de comunicações.

1964 – Primeiro desfile da minissaia, criada pela estilista britânica Mary Quant.
1965 – Congresso Mundial da Paz, em Helsínquia. Os Estados participantes aprovam a semana de solidariedade com os combatentes pela independência, nos territórios sob domínio português.

1973 – O jornal britânico The Times revela o massacre de Wiriyamu, em Moçambique, ocorrido a 16 de dezembro de 1972, por comandos e forças da PIDE-DGS, com o testemunho do missionário Adrian Hastings.

– John Mitchell, antigo Procurador-geral dos EUA, que liderara o Comité para a Reeleição do presidente Nixon, nega, perante o Senado, o envolvimento em qualquer ação relacionada com o Caso Watergate, contrariando as provas reunidas pelo Senado e o Ministério Público.

1974 – Demissão do primeiro-ministro Adelino da Palma Carlos do I Governo provisório.

1976 – Catástrofe ecológica de Seveso, Itália, com a fuga de dioxinas do complexo químico da Icmesa, que afeta 15 mil habitantes da região.

1985 – A Assembleia da República ratifica o tratado de adesão de Portugal à CEE, com os votos favoráveis do PS, PSD, CDS, ASDI e UEDS, os votos contra do PCP e de Os Verdes. O MDP não comparece na sessão.

– Atentado ao navio Rainbow Warrior, da organização ecologista Greenpeace, em Auckland, Nova Zelândia. Morre o fotógrafo português Fernando Pereira. Tinha 33 anos.

1991 – O Prémio Sakharov, para a Liberdade de Pensamento do Parlamento Europeu, é atribuído a Aung San Sun Kyi, líder da oposição na Birmânia.
1995 – A líder da oposição birmanesa, Aung San Sun Kyi, é libertada, após seis anos de prisão domiciliária.

– Os EUA restabelecem relações diplomáticas com o Vietname.

2001 – O poeta português Eugénio de Andrade recebe o Prémio Camões.

– O antigo ditador argentino Jorge Videla é o primeiro dirigente condenado a prisão pelo Plano Condor, posto em prática com o Chile nos anos de 1970, para a extinção da oposição nos dois países.

2003 – Morre, com 77 anos, Manuel Vasques, antigo jogador do Sporting, um dos cinco “violinos”, das décadas de 40 e 50.

2004 – Morre, aos 74 anos, Maria de Lourdes Pintasilgo, engenheira química, primeira-ministra no V Governo, embaixadora de Portugal na UNESCO (1975-81), candidata à Presidência da República (1986), deputada ao Parlamento Europeu (1986-91).

2005 – Os eleitores do Luxemburgo aprovam, em referendo, o Tratado Constitucional Europeu.

2007 – O presidente da União das Misericórdias Portuguesas, Manuel Lemos, revela que os 19 hospitais das misericórdias vão recusar fazer interrupções voluntárias da gravidez, mantendo uma decisão tomada aquando do primeiro referendo à despenalização do aborto.

– A EDP assina em Nova Iorque o contrato com a Goldman Sachs para a aquisição da Horizon Wind Energy.

– O presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, anuncia o relançamento do programa nuclear do Brasil, após vinte anos de interrupção da construção da terceira central nuclear e do primeiro submarino nuclear do país.

2008 – O primeiro-ministro, José Sócrates, anuncia a criação do passe escolar nos transportes públicos (entre os quatro e os 18 anos) e um alargamento da ação social escolar nos ensinos básico e secundário, triplicando o número de beneficiários

– O governo anuncia a criação da taxa Robin dos Bosques, de 25 por cento, que se destinará a financiar despesas sociais, terá neutralidade fiscal, não aumentando os custos das petrolíferas

2011 – Morre, com 87 anos, o bailarino e coreógrafo francês Roland Petit, criador de mais de uma centena de bailados.

2012 – Morre Maria Keil, artista plástica, autora de vários painéis de azulejos das primeiras estações do Metropolitano da de Lisboa. Tinha 97 anos.

– Morre Georges Mathieu, pintor francês, criador do movimento da abstração lírica. Tinha 91 anos.

2013 – O primeiro-ministro do Luxemburgo, Jean-Claude Juncker, no cargo há 18 anos e decano dos líderes europeus, anuncia a sua demissão após a deserção dos seus aliados socialistas após um escândalo relacionado com os serviços de informações.

2014 – O Espírito Santo Financial Group anuncia a suspensão da negociação de ações e obrigações da empresa em Lisboa e no Luxemburgo. Em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários a empresa explica que a decisão foi tomada devido “a dificuldades materiais em curso”, especialmente do seu maior acionista Espírito Santo Internacional.

– O Fundo Monetário Internacional alerta para a permanência de vulnerabilidade no sistema financeiro português, considerando que são necessárias medidas corretivas e mesmo supervisão intrusiva em alguns casos, numa resposta à comunicação social sobre a situação no BES.

– Morre, com 88 anos, Nuno San-Payo, pintor e arquiteto.

2015 – Morre, aos 83 anos, Omar Sharif, ator, protagonista do filme “Doutor Jivago”, no Cairo, na sequência de um ataque cardíaco.

– Morre, aos 71 anos, Roger Rees, ator britânico que participou em séries televisivas como “Cheers, aquele bar”, em Nova Iorque.

2016 – Portugal sagra-se campeão da Europa de futebol pela primeira vez na sua história, ao bater na final a anfitriã França por 1-0, após prolongamento, em encontro disputado no Stade de France, em Saint-Denis.

– A portuguesa Patrícia Mamona sagra-se campeã da Europa do triplo salto, ao vencer a competição disputada em Amesterdão.

– A atleta portuguesa Sara Moreira conquista a medalha de ouro na prova da meia-maratona dos europeus de atletismo de Amesterdão, prova na qual Jéssica Augusto conquistou a medalha de bronze.

2017 – O primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, anuncia a vitória “sobre a brutalidade e o terrorismo” do grupo ‘jihadista’ Estado Islâmico (EI), com a libertação total de Mossul.

– Morre, aos 69 anos, em São Paulo, Elvira Vigny, escritora brasileira e autora de “Nada a Dizer”, que lhe valeu o Prémio Machado de Assis, em 2010.

– Morre, aos 87 anos, em Sevilha, Paquita Rico (Francisca Rico Martínez), atriz e cantora espanhola protagonista de “Donde vas, Alfonso XII” (1950) e “Virgen de los Gitanos”.

2018 – A poetisa Liu Xia, viúva do dissidente chinês e Nobel da Paz Liu Xiaobo, deixa a China com destino à Europa, depois de oito anos em prisão domiciliária em Pequim.

– As autoridades da Tailândia revelam que foram resgatados todos os 12 jovens jogadores de futebol e o seu treinador que estavam encurralados numa gruta no norte do país por causa das chuvas desde 23 de junho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here