COMPARTILHE

Principais acontecimentos registados no dia 10 julho

Hoje é quinta-feira, dia 10 de julho de 2018, centésimo nonagésimo primeiro dia do ano.
Faltam 174 dias para o termo de 2019
Dia Internacional da Pizza.

1509 – Nasce João Calvino, teólogo francês que extrema a reforma protestante, no cantão de Genebra.
1871 – Nasce o escritor francês Marcel Proust, autor de “Em Busca do Tempo Perdido”.

1900 – O Metropolitano de Paris abre ao público, como atração da Exposição Universal. A inauguração ocorrerá no dia 19.

1902 – É inaugurado o Elevador do Carmo, mais conhecido por Elevador de Santa Justa, que faz a ligação entre a Rua do Carmo e o Largo do Carmo, obra do engenheiro Raul Mesnier de Ponsard.

1916 – Estreia do filme “O Vagabundo”, de Charles Chaplin.

1925 – É constituída a agência noticiosa soviética Tass.

1940 – II Guerra Mundial. A Constituição do marechal Pétain abre a III República Francesa e enquadra a ocupação nazi alemã.
1943 – II Guerra Mundial. Forças aliadas desembarcam na Sicília.

1945 – II Guerra Mundial. Reabre o Museu do Louvre, um ano depois da libertação de Paris.

1961 – Início da “Operação Viriato” contra a guerrilha em Angola. É tomada a base de Nambuangongo.
1962 – Os EUA lançam o Telstar 1, primeiro satélite de comunicações.

1964 – Primeiro desfile da minissaia, criada pela estilista britânica Mary Quant.
1965 – Congresso Mundial da Paz, em Helsínquia. Os Estados participantes aprovam a semana de solidariedade com os combatentes pela independência, nos territórios sob domínio português.

1973 – O jornal britânico The Times revela o massacre de Wiriyamu, em Moçambique, ocorrido a 16 de dezembro de 1972, por comandos e forças da PIDE-DGS, com o testemunho do missionário Adrian Hastings.

– John Mitchell, antigo Procurador-geral dos EUA, que liderara o Comité para a Reeleição do presidente Nixon, nega, perante o Senado, o envolvimento em qualquer ação relacionada com o Caso Watergate, contrariando as provas reunidas pelo Senado e o Ministério Público.

1974 – Demissão do primeiro-ministro Adelino da Palma Carlos do I Governo provisório.

1976 – Catástrofe ecológica de Seveso, Itália, com a fuga de dioxinas do complexo químico da Icmesa, que afeta 15 mil habitantes da região.

1985 – A Assembleia da República ratifica o tratado de adesão de Portugal à CEE, com os votos favoráveis do PS, PSD, CDS, ASDI e UEDS, os votos contra do PCP e de Os Verdes. O MDP não comparece na sessão.

– Atentado ao navio Rainbow Warrior, da organização ecologista Greenpeace, em Auckland, Nova Zelândia. Morre o fotógrafo português Fernando Pereira. Tinha 33 anos.

1991 – O Prémio Sakharov, para a Liberdade de Pensamento do Parlamento Europeu, é atribuído a Aung San Sun Kyi, líder da oposição na Birmânia.
1995 – A líder da oposição birmanesa, Aung San Sun Kyi, é libertada, após seis anos de prisão domiciliária.

– Os EUA restabelecem relações diplomáticas com o Vietname.

2001 – O poeta português Eugénio de Andrade recebe o Prémio Camões.

– O antigo ditador argentino Jorge Videla é o primeiro dirigente condenado a prisão pelo Plano Condor, posto em prática com o Chile nos anos de 1970, para a extinção da oposição nos dois países.

2003 – Morre, com 77 anos, Manuel Vasques, antigo jogador do Sporting, um dos cinco “violinos”, das décadas de 40 e 50.

2004 – Morre, aos 74 anos, Maria de Lourdes Pintasilgo, engenheira química, primeira-ministra no V Governo, embaixadora de Portugal na UNESCO (1975-81), candidata à Presidência da República (1986), deputada ao Parlamento Europeu (1986-91).

2005 – Os eleitores do Luxemburgo aprovam, em referendo, o Tratado Constitucional Europeu.

2007 – O presidente da União das Misericórdias Portuguesas, Manuel Lemos, revela que os 19 hospitais das misericórdias vão recusar fazer interrupções voluntárias da gravidez, mantendo uma decisão tomada aquando do primeiro referendo à despenalização do aborto.

– A EDP assina em Nova Iorque o contrato com a Goldman Sachs para a aquisição da Horizon Wind Energy.

– O presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, anuncia o relançamento do programa nuclear do Brasil, após vinte anos de interrupção da construção da terceira central nuclear e do primeiro submarino nuclear do país.

2008 – O primeiro-ministro, José Sócrates, anuncia a criação do passe escolar nos transportes públicos (entre os quatro e os 18 anos) e um alargamento da ação social escolar nos ensinos básico e secundário, triplicando o número de beneficiários

– O governo anuncia a criação da taxa Robin dos Bosques, de 25 por cento, que se destinará a financiar despesas sociais, terá neutralidade fiscal, não aumentando os custos das petrolíferas

2011 – Morre, com 87 anos, o bailarino e coreógrafo francês Roland Petit, criador de mais de uma centena de bailados.

2012 – Morre Maria Keil, artista plástica, autora de vários painéis de azulejos das primeiras estações do Metropolitano da de Lisboa. Tinha 97 anos.

– Morre Georges Mathieu, pintor francês, criador do movimento da abstração lírica. Tinha 91 anos.

2013 – O primeiro-ministro do Luxemburgo, Jean-Claude Juncker, no cargo há 18 anos e decano dos líderes europeus, anuncia a sua demissão após a deserção dos seus aliados socialistas após um escândalo relacionado com os serviços de informações.

2014 – O Espírito Santo Financial Group anuncia a suspensão da negociação de ações e obrigações da empresa em Lisboa e no Luxemburgo. Em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários a empresa explica que a decisão foi tomada devido “a dificuldades materiais em curso”, especialmente do seu maior acionista Espírito Santo Internacional.

– O Fundo Monetário Internacional alerta para a permanência de vulnerabilidade no sistema financeiro português, considerando que são necessárias medidas corretivas e mesmo supervisão intrusiva em alguns casos, numa resposta à comunicação social sobre a situação no BES.

– Morre, com 88 anos, Nuno San-Payo, pintor e arquiteto.

2015 – Morre, aos 83 anos, Omar Sharif, ator, protagonista do filme “Doutor Jivago”, no Cairo, na sequência de um ataque cardíaco.

– Morre, aos 71 anos, Roger Rees, ator britânico que participou em séries televisivas como “Cheers, aquele bar”, em Nova Iorque.

2016 – Portugal sagra-se campeão da Europa de futebol pela primeira vez na sua história, ao bater na final a anfitriã França por 1-0, após prolongamento, em encontro disputado no Stade de France, em Saint-Denis.

– A portuguesa Patrícia Mamona sagra-se campeã da Europa do triplo salto, ao vencer a competição disputada em Amesterdão.

– A atleta portuguesa Sara Moreira conquista a medalha de ouro na prova da meia-maratona dos europeus de atletismo de Amesterdão, prova na qual Jéssica Augusto conquistou a medalha de bronze.

2017 – O primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, anuncia a vitória “sobre a brutalidade e o terrorismo” do grupo ‘jihadista’ Estado Islâmico (EI), com a libertação total de Mossul.

– Morre, aos 69 anos, em São Paulo, Elvira Vigny, escritora brasileira e autora de “Nada a Dizer”, que lhe valeu o Prémio Machado de Assis, em 2010.

– Morre, aos 87 anos, em Sevilha, Paquita Rico (Francisca Rico Martínez), atriz e cantora espanhola protagonista de “Donde vas, Alfonso XII” (1950) e “Virgen de los Gitanos”.

2018 – A poetisa Liu Xia, viúva do dissidente chinês e Nobel da Paz Liu Xiaobo, deixa a China com destino à Europa, depois de oito anos em prisão domiciliária em Pequim.

– As autoridades da Tailândia revelam que foram resgatados todos os 12 jovens jogadores de futebol e o seu treinador que estavam encurralados numa gruta no norte do país por causa das chuvas desde 23 de junho.