COMPARTILHE

Principais acontecimentos verificados no dia 20 de setembro 2019

Hoje é sexta-feira, 20 de setembro de 2019, ducentésimo sexagésimo terceiro dia do ano.
Dia Internacional do Desporto Universitário
Faltam 102 dias para o final de 2019.
Os nascidos nesta data pertencem ao signo Virgem.

1276 – O português Pedro Julião, ou Pedro Hispano, é entronizado Papa João XXI, em Viterbo, na Catedral de São Lourenço.

1519 – O navegador português Fernão de Magalhães parte de Espanha, na primeira viagem de circum-navegação.

1530 – Martinho Lutero pede aos príncipes protestantes que não aceitem o compromisso com a Igreja de Roma.

1540 – Realiza-se, em Lisboa, com a presença da Corte, o primeiro auto-de-fé da Inquisição em Portugal.

1870 – Completa-se a unificação de Itália, com a conquista de Roma pelas tropas do general Cardona.

1910 – Fundação do Club Sport Marítimo

1945 – O Congresso indiano, com Mahatma Gandhi e Pandita Nehru, rejeita a conciliação com o Reino Unido e exige a independência.

1946 – Começa a primeira edição do Festival de Cinema de Cannes.

1957 – Morre o compositor finlandês Jean Sibelius. Tinha 91 anos.

1961 – A República Árabe Unida dissolve-se com a retirada da Síria. O Egito conserva o nome de República Árabe Unida até 1971.

1963 – O presidente norte-americano John Kennedy propõe, na Assembleia Geral das Nações Unidas, a realização de uma expedição conjunta da URSS e dos EUA à Lua.

1967 – É lançado à água o paquete britânico Queen Elizabeth II.

1976 – Após 44 anos no poder, o Partido Social-Democrata sueco é derrotado por uma coligação de conservadores, liberais e centristas.

1977 – O Vietname é admitido nas Nações Unidas.

1979 – Em Portugal, as mulheres passam a ter garantia legal de igualdade de oportunidades e de tratamento no trabalho e no emprego.

– José Eduardo dos Santos é eleito Presidente de Angola.

– O Imperador Bokassa, do Império Centro-africano, é deposto e substituído pelo antigo presidente David Dacko, que proclama a República.

1991 – É constituído o Conselho Português para os Refugiados (CPR).

1992 – Os franceses aprovam o Tratado de Maastricht com 50,82 por cento dos votos.

1993 – Ferrer Correia, 81 anos, é eleito presidente da Fundação Calouste Gulbenkian.

1994 – A escritora portuguesa Sophia de Mello Breyner Andresen ganha o Prémio Vida Literária, da Associação Portuguesa de Escritores.

1997 – Massacre na Argélia, em Medéa. São assassinadas 53 pessoas.

2001 – Mil ulemas de Cabul declaram a Jihad (Guerra Santa) aos EUA.

– Toma posse o primeiro Governo composto por timorenses, com um total de 10 pastas ministeriais, dirigido por Mari Alkatiri.

2002 – A Polícia Judiciária prende em Lisboa Abu Salem, acusado pelas autoridades indianas de envolvimento no ataque bombista que, em 1993, causou a morte de 257 pessoas, na Índia.

2003 – O escritor português António Lobo Antunes recebe, na Roménia, o Prémio Ovídio, o mais alto galardão literário do país, da Associação dos Escritores Romenos.

2004 – OS EUA põem fim a 23 anos de sanções económicas e políticas à Líbia.

– Morre, com 71 anos, Eddie Adams, foto-repórter norte-americano, Prémio Pulitzer, autor da fotografia que revela o momento exato da execução de um prisioneiro vietcongue, pelo chefe da polícia de Saigão.

2005 – Morre, aos 96 anos, Simon Wiesenthal, sobrevivente de um campo de extermínio nazi, figura determinante na captura dos dirigentes do regime de Adolf Hitler, criador do Centro Simon Wiesenthal, arquivo para a memória do Holocausto.

2006 – Morre, com 74 anos, Armin Jordan chefe de orquestra suíço, um dos mais destacados regentes da segunda metade do século XX.

2007 – As ilhas do Corvo e da Graciosa, nos Açores, são classificadas Reservas da Biosfera pela UNESCO.

– PS voltou a aprovar sozinho o novo Estatuto dos Jornalistas, depois de ter alterado as três matérias que estiveram na base do veto do Presidente da República.

2008 – Um camião cheio de explosivos destrói um dos maiores hotéis de Islamabad, Paquistão, e mata 60 pessoas, entre as quais o embaixador da República Checa. Um grupo desconhecido designado “Fedayin do Islão” reivindica a autoria do atentado.

2009 – Morre, com 51 anos, Yoshito Usui, autor de banda desenhada japonês, criador da série “Crayon Shin-chan”.

2014 – Morre Pino Cerami, italiano naturalizado belga, o mais velho vencedor de uma etapa da Volta a França em bicicleta desde a II Guerra Mundial. Tinha 92 anos.

2015 – O partido de esquerda Syriza, de Alexis Tsipras, ganha as eleições antecipadas na Grécia, com 35,35% dos votos. Os conservadores da Nova Democracia, liderados por Vangelis Meimarakis, obtêm 28,14% dos votos.

– Morre, aos 78 anos, António Costa Santos, antigo secretário regional dos Açores, que foi também provedor da Irmandade do Senhor Santo Cristo dos Milagres durante 22 anos, na ilha Terceira, onde se encontrava de visita, vítima de AVC.

2017 – O ex-governador do Estado brasileiro do Rio de Janeiro Sérgio Cabral é condenado a 45 anos e dois meses de prisão por corrupção, branqueamento de capitais e organização criminosa.

– Porto Rico é devastado pelo furacão Maria e pelo menos 16 pessoas morrem. O furacão deixou ainda toda a ilha sem eletricidade, com as autoridades a estimarem quatro a seis meses para ser totalmente reposta. Ao todo, o Maria matou 33 pessoas nas Caraíbas em poucos dias.

– O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, torna-se no primeiro português a ocupar um cargo na estrutura da FIFA, ao ser nomeado pela UEFA para a comissão executiva daquele organismo de futebol.