COMPARTILHE

O European Consumer Payment Report (ECPR), estudo da Intrum que analisa o comportamento de pagamento dos consumidores a nível europeu, revelou algumas dicas para quem viaja nas férias de Verão.

De acordo com o último estudo, para os portugueses, viajar continua a ser uma das principais motivações para fazer poupanças no final do mês, mas bem longe da principal razão de poupança em Portugal – fazer face a eventuais despesas inesperadas (76%).

A percentagem de poupança para viajar não sofreu alteração mantendo-se ao mesmo nível do ano anterior (42%) e ligeiramente superior à média europeia (40%). O estudo refere ainda que a Suíça é o país com a percentagem mais elevada (53%).

O ECPR revela ainda que em Portugal, 16% dos inquiridos concorda em comprar uma viagem de férias com um plano de pagamento, a crédito ou utilizando dinheiro emprestado, mais 2% face ao período homólogo.

O documento alerta que quando se viaja fora da zona Euro, é possível evitar surpresas quando se trata de pagar despesas com o cartão crédito/débito. No momento da transação, se lhe perguntarem se quer fazer o pagamento na moeda local ou na do seu país, sabe qual das opções é mais rentável e menos dispendiosas para si?

Os portugueses (39%), holandeses e checos, quando estão a viajar e a visitar outros países fora da zona Euro, são os que mais hesitam no momento em que têm de efectuar o pagamento. É um tema que lhes levanta muitas dúvidas e não têm a certeza de que forma devem pagar ao utilizar um cartão crédito/débito, e se devem fazer a transação na moeda local ou na moeda do seu país, de forma a terem a opção mais rentável e menos dispendiosa.

Já os noruegueses, suíços e dinamarqueses sabem, e não têm dúvidas de que pouparão se pagarem na moeda local.

Algumas regras importantes para ter umas férias sem preocupações:

  • Pague as contas antes de ir de férias. Se as deixar por pagar e recorrer a empréstimos para ir de férias, a situação poderá ser pior quando regressar.
  • Se recorreu a um empréstimo e por algum motivo ficar impossibilitado de o cumprir fale o mais rápido possível com a empresa que concedeu o crédito e encontre em conjunto a melhor solução para o seu caso.
  • Faça um orçamento para as suas férias e mantenha-o consigo. Saiba o quanto pode gastar todos os dias e controle esse valor.
  • Faça um orçamento para o período após férias para se certificar de que pode pagar o empréstimo. Tenha em mente que pagar um cartão de crédito em prestações pode ser mais caro do que outros empréstimos.
  • Procure opções de viagem mais baratas. Talvez possa ficar com amigos noutro país, utilizar viagens aéreas de baixo custo, ou mesmo explorar a possibilidade de trocar casas com pessoas de outros países que desejam visitar o nosso país.
  • Quando está fora da zona euro, procure pagar sempre com moeda local, só tem a ganhar.