Início B1A Costa Cruzeiros cresce 12% em Portugal este ano

Costa Cruzeiros cresce 12% em Portugal este ano

dav

Apesar de não estarem ainda fechados os resultados deste ano, a Costa Cruzeiros deverá crescer cerca de 12% em número de passageiros transportados de Portugal, face a 2018, anunciou o director de Vendas  da companhia no nosso país, Henrique Mateus. O ano passado, a Costa Cruzeiros movimentou à volta de 10 mil passageiros a partir do nosso país.

Numa acção realizada quinta-feira (12) em Lisboa, com agentes de viagens portugueses, e que teve como objectivo apresentar o desenvolvimento do negócio em Portugal, que foi autonomizado, bem como o seu novo navio, o Costa Smeralda, que inicia cruzeiros a 23 deste mês, o responsável da companhia declarou à imprensa que num mercado em crescendo e com potencial, a Costa Cruzeiros reforça o seu investimento no país com estrutura própria e mais produtos. Refira-se que a Costa Cruzeiros passou a gerir directamente a sua actividade no mercado português a 1 de dezembro, deixando de ser representada pela Line C.

Além de Henrique Mateus, a sessão contou com a presença Luigi Stefanelli, director para Portugal e Espanha, Jorge Serrano director Comercial para a Península Ibérica, e Rafael Fernándes-Alava, director de Marketing e Comunicação para os dois países.

Henrique Mateus afirmou que o ano foi bom, o mercado português tem potencial já apresenta um número de passageiros considerável, assim, assumiu o mercado, no sentido de investir mais, de o tornar mais apelativo e estar mais presente junto das agências de viagens.

Por outro lado vamos melhorar todas as ferramentas, oferecer um serviço muito mais rápido e sem intermediários, e um produto com relação qualidade-preço muito mais vantajoso, garantiu.

Como resultado deste maior investimento previsto, a Costa Cruzeiros vai passar a disponibilizar, no próximo anos, 200 camarotes (400 passageiros) por semana nos cruzeiros com embarque e desembarque em Lisboa, contra 30 que aconteciam anteriormente.

dav

– Passamos a ser a companhia que disponibiliza mais embarques no Lisboa-Lisboa, num total de sete, em cruzeiros de 10 noites, a bordo do navio Costa Fascinosa, que decorrerão de meados de Setembro a Novembro, com escalas em Espanha, França, Itália e regresso à capital portuguesa, anunciou o director de Vendas da companhia no nosso País.

Outra novidade prevista para o mercado português, segundo Henrique Mateus, será o “Tudo Incluído” a apresentar na campanha do Inverno da companhia, que vai incluir o pacote de excursões, bebidas e taxas de serviço.

– O cliente quer viajar e saber quanto vai pagar, é muito mais fácil e não tem surpresas a bordo, realçou.

Associado a isso temos o lançamento de novos navios, o que os clientes ansiavam pois há cinco anos que a Costa não tinha um navio novo e agora lançou o Costa Smeralda, logo a seguir teremos outro e, em 2012, será lançado o irmão gémeo do Smeralda, adiantou Henrique Mateus sobre a acção que teve lugar não só em Lisboa como no dia anterior no Porto.

Com um crescimento previsto para este ano na ordem dos dois dígitos, embora os números sejam ainda pequenos para a exigência da empresa, que agora passa a ser maior, porque vamos investir mais, vamos dar mais possibilidades de viagens, ter mais visibilidade, ou seja o cliente vai-nos ver mais, e vai procurar o nosso produto, o executivo, que juntamente com Ricardo Lopes, assume a companhia de cruzeiros no país, referiu que passageiros portugueses continuam a optar por itinerários habituais como o Mediterrâneo e o Norte da Europa, mas começou a verificar-se uma atracção por cruzeiros em Singapura, que se tornou o terceiro destino mais vendido pela Costa Cruzeiros em Portugal. Assim, para 2020, a companhia já está a registar muita procura para destinos do Oriente.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter