Início B1 Contágios aumentam em Espanha e turismo recua

Contágios aumentam em Espanha e turismo recua

Se não é proibido viajar entre Portugal e Espanha, já vários países europeus fecham as portas a algumas regiões espanholas devido ao aumento de contágios da Covid-19, ameaçando o já abalado sector do turismo.

O jornal espanhol El País escreveu que ‘acabou-se a festa’ porque o governo da região da Catalunha ordenou o encerramento de espaços de diversão nocturna, pelo menos por um período de 15 dias, face ao ritmo de crescimento diário de infecções em muitos pontos da região.

Há um mês do fim do estado de alerta em Espanha, os contágios pelo coronavírus aumentaram de forma preocupante no país. As regiões da Catalunha e de Aragão continuam a ser as mais afectadas e os presidentes dos governos locais aprovaram pacotes de medidas especiais para travar a transmissão da Covid-19. Barcelona está abalada face ao efeito económico de um Verão sem turistas internacionais e com o turismo local limitado.

Entre as medidas restritivas, as mais importantes, além da obrigatoriedade de usar máscara e respeitar o distanciamento social de 2 metros, estão as de não sair de casa a não ser para o imprescindível, evitar reuniões com mais de 10 pessoas, limitar o acesso a bares, restaurantes e lojas. Foram proibidas também todas actividades nocturnas em discotecas e salões de festas. As praias são os pontos que mais preocupam as autoridades, tendo reduzido em 15% a capacidade da orla marítima da cidade e a recomendação é evitar os horários mais movimentados nos fins-de-semana.

Assim, para lidar com a situação, desde domingo, e durante 15 dias, os estabelecimentos nocturnos serão encerrados em cidades como Barcelona, bem como a sua área metropolitana, e ainda outras localidades nas províncias de Lleida e Girona.

A complicar ainda mais o turismo em Espanha, o Reino Unido voltou a colocar o país vizinho na lista vermelha do corredor aéreo, enquanto países como a França, Bélgica e Noruega, não aconselham viagens dos seus cidadãos a Espanha. Também a TUI já cancelou a operação que tinha para o país.

A medida entrou em vigor às 00h00 deste domingo, dia 26 de Julho, e é aplicável a todo o território, incluindo as ilhas Baleares e Canárias.

A Escócia também vai impor quarentena obrigatória de 14 dias a cidadãos que cheguem ao país vindo de Espanha, mesmo que sejam escoceses de regresso a casa. A medida foi este sábado anunciada pela primeira-ministra escocesa, Nicola Sturgeon.

O governo escocês emitiu um comunicado onde torna a medida oficial: Espanha será removida da lista de países a quem não é exigida quarentena, devido ao número crescente de casos de coronavírus (Covid-19) nos últimos dias. Segundo o documento a decisão foi também tomada pelas administrações regionais descentralizadas da Irlanda do Norte e do País de Gales, bem como pelo Governo do Reino Unido. Ou seja estende-se a Inglaterra, com o objectivo de reduzir o risco de transmissão do vírus por aqueles que viagem de Espanha e cheguem à Escócia.

Por seu turno, a Bélgica proíbe viajar para Huesca e Lérida, e recomenda os seus cidadãos a não fazerem viagens a outras regiões espanholas, tais como Aragão, Catalunha, País Basco, Navarra, La Rioja e Extremadura.

A exclusão da Espanha, o primeiro destino de férias dos britânicos, irá alterar os planos de Verão de muitas pessoas, além de afectar os sectores de turismo espanhol e britânico.

 



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter