Certificado de vacinação da UE passa a ter validade de nove meses

A partir de hoje, terça-feira, 01 de Fevereiro, o Certificado Digital Covid-19 da União Europeia (UE) passa a ter uma validade oficial de nove meses para a vacinação, no contexto de viagens dentro do espaço comunitário, devendo também incluir informação sobre doses de reforço.

A proposta foi avançada pelo Comissão Europeia e recebeu o acordo dos Estados-membros da UE no Conselho. Assim e a partir de agora começam a aplicar-se as novas regras sobre um período padrão de aceitação de 270 dias para os Certificados Digitais Covid-19 da UE, na vertente da vacinação, utilizados para viagens dentro da UE.

No entanto, estas regras não se aplicam aos certificados relativos à vacina de reforço.

Ainda assim, os Certificados Digitais Covid-19 da UE devem oficialmente incluir a partir de hoje a informação sobre essas doses adicionais, que estão a ser administradas à população adulta da UE em vários países europeus.