Início B1 CE: chegadas não essenciais do Brasil devem ser limitadas e controladas

CE: chegadas não essenciais do Brasil devem ser limitadas e controladas

No que toca à gestão das fronteiras externas, no contexto da emergência das variantes, gostaria de recordar que a Comissão tem levado esta questão muito a sério, desde o início do ano e, tendo em conta o aconselhamento científico, propusemos medidas mais restritivas para viagens não essenciais para a EU. Quem o disse foi disse o porta-voz da Comissão Europeia para os Assuntos Interiores, Adalbert Jahnz, acrescentando que os Estados-membros devem as limitações às viagens não essenciais do Brasil devido à propagação de novas variantes do SARS-CoV-2, nomeadamente pedindo rastreios mais rigorosos para eventuais viajantes.

Adalbert Jahnz lembrou que, em Fevereiro passado, o Conselho da UE adoptou uma abordagem europeia mais forte em termos de viajantes provenientes destas regiões especialmente afectadas pelas variantes, após proposta da Comissão Europeia.

Encorajamos fortemente os Estados-membros a aplicar estas medidas mais restritivas, frisou.

Recorde-se que a posição de Bruxelas surge numa altura em que a variante brasileira se continua a propagar rapidamente pelo mundo, e dias depois de uma outra possível estirpe do vírus ter sido descoberta na cidade brasileira de Belo Horizonte por cientistas locais.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter