Início B1 Castelo de Cerveira vai ser hotel em 2021

Castelo de Cerveira vai ser hotel em 2021

COMPARTILHE
Vila_Nova_de_Cerveira

O castelo de Vila Nova de Cerveira, no Alto Minho, deverá reabrir portas em 2021, transformado em hotel de quatro estrelas, num investimento estimado em cerca de três milhões de euros.

Em comunicado, a nova secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, explicou que que a intervenção naquele imóvel foi adjudicada à empresa Eurico da Fonseca, a mesma que desenvolveu o projecto do Palácio de São Bento da Vitória, no Porto.

O investimento estimado para a recuperação do imóvel é de cerca três milhões de euros, para a instalação de um hotel com um mínimo de quatro estrelas, que contará com 41 quartos, restaurante e ginásio. A abertura do novo hotel está prevista para o final de 2021.

Em causa está o castelo – considerado a “jóia da coroa” de Vila Nova de Cerveira – com origens no século XIII, mandado construir pelo rei Dom Dinis, classificado como monumento nacional e onde até finais de 2008 funcionou a pousada com o mesmo nome. Na altura, enquanto Pousada de Portugal, integrava o grupo Pestana, que a encerrou a pretexto de obras de reabilitação.

A nota enviada pela SET destaca ainda que com a adjudicação da intervenção no castelo de Vila Nova de Cerveira, passam a ser 11 os imóveis adjudicados ao abrigo do Programa Revive, num investimento de 103 milhões de euros. Lançado em 2016, o Revive é um programa conjunto dos ministérios da Economia, Cultura e Finanças, que visa promover a recuperação e a requalificação de imóveis públicos classificados que estão sem uso, através da concessão a privados para exploração para fins turísticos.

Recorde-se que a pousada foi inaugurada a 03 de setembro de 1982 e possuía restaurante, bar e 29 quartos, alguns com pequenos pátios totalmente privados para os seus hóspedes.