COMPARTILHE

Os dados referentes a Junho, disponibilizados pela STR, apontam para uma diminuição substancial da taxa de ocupação da hotelaria no Caribe. Os números indicam uma taxa de 61,1%, o que significa uma quebra de 6,7% – a maior quebra da região desde Outubro de 2018.

Embora não haja uma razão explicita para esta quebra o estudo refere que a diminuição “dramática” nas reservas para a República Dominicana contribuíram, e muito, para os valores. Em causa as preocupações, demonstradas pelos visitantes, com a segurança.

Na avaliação do ano (primeiro semestre) a taxa de ocupação desceu para os 68.7%, isto apesar de as tarifas diárias terem aumentado nove por cento.