Início B3 Cabo Verde: procura turística deverá recuar a níveis de 2009

Cabo Verde: procura turística deverá recuar a níveis de 2009

Com uma quebra de quase 60%, a procura turística em Cabo Verde deverá recuar este ano a níveis de 2009, devido à pandemia da Covid-19, com a perda de 536 mil turistas face à previsão inicial do governo.

A previsão consta de um documento de suporte à proposta do Orçamento Rectificativo para 2020, que foi a votação final na Assembleia Nacional cabo-verdiana, apontando para uma quebra de 58,8% na procura turística, face aos 819 mil turistas que o arquipélago recebeu em 2019.

A meta do governo era chegar ao milhão de turistas anuais a partir de 2021, cenário drasticamente alterado com a pandemia da Covid-19, com o arquipélago fechado a voos internacionais desde 19 de Março e pelo menos até este mês de Agosto.

No Orçamento do Estado para 2020, aprovado em Dezembro, o governo de Cabo Verde estimava um crescimento da procura turística de 6,6%, aproximando-se da meta anual de um milhão de turistas, depois de um crescimento de 7% em 2019.

Contudo, na previsão do governo que consta do documento de suporte orçamental, Cabo Verde deverá receber este ano apenas 337.555 turistas. Deste total, 170.778 são turistas que já visitaram o país no primeiro trimestre de 2020, pelo que até final do ano o país deverá receber pouco mais de 165.000 turistas.

Esta revisão em forte baixa das previsões para 2020 reflecte-se desde logo numa quebra de 66,1% nas receitas com o sector.

As receitas com o turismo renderam em 2019 um máximo histórico de 389 milhões de euros, mas segundo a previsão do Executivo cabo-verdiano, deverão cair este ano para 136 milhões de euros.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter