Brasil exige quarentena a viajantes não vacinados

O Brasil adoptará medidas para reabrir as fronteiras, mas reiterou que o executivo continuará a rejeitar o certificado de vacinação contra a doença como condição para se entrar no país. Quem o disse foi o ministro da Saúde brasileiro, Marcelo Queiroga

Entretanto, o governo brasileiro anunciou que passará a exigir quarentena de cinco dias a viajantes não vacinados contra a covid-19 que desembarquem no Brasil, assim como um teste negativo.

Depois de fazer uma análise, decidimos que, nesse contexto em que estamos espreitados por essa variante Omicron, ainda não sabemos o total potencial dela para criar uma nova pressão sob o sistema de saúde, disse o ministro em Brasília, acrescentando que será exigido que todos os indivíduos não vacinados cumpram uma quarentena de cinco dias e, após essa quarentena, será realizado o teste. Sendo ele negativo, eles poderão aproveitar todas as belezas do nosso Brasil.

De acordo com o governante, continuará a ser exigido teste negativo, do tipo RT-PCR realizado até 72 horas antes do voo ou teste de antígeno feito em até 24 horas, para os passageiros que desembarquem no Brasil e passará a requerer uma quarentena de cinco dias para os cidadãos não vacinados que cheguem ao país.

O Ministério da Saúde informa ainda que os passageiros de voos que chegarem ao Brasil passarão a realizar auto quarentena de cinco dias, com exceção dos passageiros que apresentarem comprovante de vacinação, ou seja, duas doses de vacina aprovadas pela Organização Mundial de Saúde.