Início B4 Booking.com investigado por evasão fiscal em Itália

Booking.com investigado por evasão fiscal em Itália

Após uma investigação realizada pelas autoridades fiscais de Génova, o ‘site’ de reservas de hotéis e alojamentos Booking.com, é suspeito de ter ocultado mais de 150 milhões de euros em IVA.

Segundo um comunicado da autoridade fiscal italiana, aquele que é um dos maiores ‘sites’ mundiais de reservas de hotéis e alojamento para férias, com sede na Holanda, falhou ao aplicar o imposto sobre a intermediação do aluguer de casas particulares e quartos de hóspedes.

O comunicado explica que a investigação, que abrangeu os anos de 2013 a 2019, revelou uma evasão fiscal em grande escala, de mais de 150 milhões de euros no pagamento do IVA e que nesse período, a plataforma de reservas arrecadou 700 milhões de euros em comissões na Itália, sobre as quais deveria ter declarado e pago mais de 153 milhões de euros de IVA.

Entretanto, o ‘site’ já confirmou ter recebido o relatório da auditoria da polícia fiscal e comprometeu-se a cooperar plenamente com as autoridades fiscais italianas.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter