Início B4 Baleares tornam-se no 1ºdestino da Europa a combater o “turismo de excessos”

Baleares tornam-se no 1ºdestino da Europa a combater o “turismo de excessos”

COMPARTILHE

O Governo Regional das ilhas espanholas Baleares, um dos destinos mais procurados em viagens de finalistas, declarou guerra ao “turismo de excessos”, tendo aprovado um decreto pioneiro na Europa.

Com a nova legislação, aprovada sexta-feira, as Baleares tornam-se no primeiro destino turístico europeu a restringir o consumo de bebidas alcoólicas. Ficam, assim, proibidos os conhecidos “bares abertos” e “happy hours”, a publicidade a consumo de álcool, a venda de bebidas alcoólicas em lojas entre as 21h30 e 07 horas e as bebidas passam a ser cobradas a um preço unitário, sem possibilidade de serem feitas promoções. As multas, para os infractores podem ir dos 6 mil aos 60 mil euros.

Da mesma forma, passam a ser proibidas por lei, o “balconing”, prática viral que consiste em saltar de varandas para dentro de piscinas. A actividade, que normalmente acontece em hotéis, tem provocado dezenas de mortes nos últimos anos. As multas por “balconing” podem chegar aos 60 mil euros e levar à expulsão imediata do hotel onde a prática decorreu.

Várias actividades e serviços turísticos, como tours de “pub crawls”, máquinas de venda automática de bebidas alcoólicas, barcos de festa e bares abertos foram banidos na Playa de Palma e em Magaluf, na ilha de Maiorca, e em Sant Antoni, Ibiza.

No entanto, a medida não foi recebida com agrado pela Associação dos Serviços Turísticos e Comércio de Maiorca, que considera que estas restrições exageradas e desproporcionais.