Início VIP Aumento de capacidade de restaurantes: nem 8 nem 80

Aumento de capacidade de restaurantes: nem 8 nem 80

COMPARTILHE

A partir desta segunda-feira (1) deixa de ser obrigatória a limitação de 50% da lotação de restaurantes, que poderão regressar à sua capacidade máxima, mas apenas no caso de poderem garantir a distância mínima de 1,5 metros entre as mesas, e instalarem separadores acrílicos entre os clientes.

A decisão foi anunciada sexta-feira (29) pelo Primeiro-Ministro, António Costa, que fazia o ponto de situação da fase de desconfinamento em Portugal.

-Desaparece a regra da lotação máxima de 50% nos restaurantes, mantendo-se a necessidade de distanciamento de metro e meio, desde que, entre os clientes, seja colocada uma barreira física impermeável, afirmou o chefe do Governo que aprovou medidas para a terceira fase de desconfinamento durante a situação de calamidade devido à Covid-19, para acrescentar que esta é uma decisão que ficará a cargo de cada estabelecimento de restauração.

Uma das decisões tomadas pelo Governo é o travão imposto à passagem à fase seguinte na área metropolitana de Lisboa, devido ao surgimento de diversos focos de infecção.

A partir desta segunda-feira reabrem também ao público as salas de espectáculo e cinemas, seguindo sempre as normas da DGS.

Enquanto o resto do país avança para a nova fase, Lisboa e Vale do Tejo ficam para trás, devido ao aumento significativo no número de casos, conforme explica o Primeiro-Ministro.

Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook