Início Breves Atribuição do selo ‘Clean & Safe Açores’ a bom ritmo

Atribuição do selo ‘Clean & Safe Açores’ a bom ritmo

A secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo dos Açores realçou, Marta Guerreiro realçou o trabalho com os empresários do sector do turismo na retoma gradual da actividade, com destaque para as questões de segurança sanitária.

A governante adiantou que, no âmbito da iniciativa ‘Clean & Safe Açores’, já foram realizadas oito formações nas áreas da hotelaria, alojamento local, turismo em espaço rural e restauração, nas quais se inscreveram 626 entidades, que correspondem a 741 formandos.

Para a obtenção deste selo, os aderentes têm de realizar uma acção de formação online, ministrada com base no Manual de Boas Práticas Covid-19, elaborado em parceria com a Secretaria Regional da Saúde.

As formações decorreram com base nos módulos dedicados a cada uma das áreas e que podem ser consultados em https://clean-safe.azores.gov.pt/boas_praticas.aspx.

Marta Guerreiro revelou que o Executivo açoriano já atribuiu mais de 150 selos ‘Clean & Safe Açores’ a empresários da restauração e da hotelaria.

No que diz respeito à procura por este programa, até ao momento já foram recebidos mais 2.000 pedidos de adesão ao selo, o que, para a secretária Regional, comprova que os empresários do sector do turismo estão focados em garantir todas as regras de segurança sanitária nos seus negócios, transmitindo, assim, uma mensagem de confiança do nosso destino na retoma gradual da actividade.

As inscrições recebidas compreendem as áreas dos empreendimentos turísticos, alojamento local, parques de campismo, pousadas da juventude, agências de viagens, animação turística, guias turísticos, restaurantes, rent-a-car e eventos/congressos.

A secretária Regional falava no final das visitas ao Sensi Nature & Spa e Mosteiros Place, dois empreendimentos turísticos que aderiram ao selo.

– Estes são 2 empreendimentos exemplares no que diz respeito ao que defendemos para a nossa qualificação da oferta, sublinhou, acrescentando que ambos representam o esforço para implementação de medidas de segurança sanitária na retoma da actividade turística, factor que considera cada vez mais preponderante na escolha dos alojamentos.

 



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter