Início Entrevista As companhias aéreas com mais rotas no mundo

As companhias aéreas com mais rotas no mundo

COMPARTILHE

A consultora especializada em aviação, OAG, em colaboração com a CAPA-Centro Internacional para a Aviação, elaborou um ‘ranking’ das 20 principais companhias aéreas com um maior número total de rotas.

Nesse sentido e até 30 de setembro último, destacaram-se oito companhias aéreas europeias, seis companhias norte-americanas, cinco companhias aéreas chinesas e uma companhia aérea indiana.

A Ryanair é líder mundial em número de rotas, com 3.643 ligações representando 4,7% de participação de mercado e uma das sete companhias aéreas de baixo custo que entram no ‘ranking’. Ultrapassa as três maiores companhias aéreas dos Estados Unidos – American Airlines (2.040 rotas), United Airlines (1.753 rotas) e Delta Airlines (1.715 rotas) – que a seguem na lista e nessa ordem.

O Top 5 é completado pela segunda low cost europeia, a britânica easyJet, com 1.706 rotas.

A Ryanair e a easyJet estão entre as sete companhias de baixo custo presentes neste ‘ranking’, juntamente com as também europeias Wizz Air, com 1.182 rotas, e a Eurowings, que opera 724 rotas; as americanas Southwest Airlines (EUA) com 1.407 rotas e Allegiant com 602 rotas; e a indiana IndiGo Airlines, com 631 rotas.

Das grandes companhias aéreas tradicionais, a Lufthansa com 674 rotas e a Air Canada com 685 rotas estão presentes. No entanto, são superadas por outros dois poderosos operadores europeus: a Turkish Airlines, com 844 rotas, e a TUI Airways, com 742 rotas.

As oito companhias aéreas da Europa são completados pela britânica Jet2.com, com 590 rotas, que, embora seja geralmente classificadas como de baixo custo, não está classificadas nesse modelo de negócios.

Os maiores operadores chineses que entram no ‘ranking’ são a chinesa Southern Airlines, a maior companhia aérea da China e da Ásia em termos de frota e a chinesa com o maior número de passageiros; Air China, a companhia de bandeira da China; a Hainan Airlines, a maior frota privada e a quarta na China; a Eastern Airlines, também uma das maiores da China; e a regional Sichuan Airlines.