Início B1 Governo britânico tira Portugal da ‘lista verde’ e passa a ‘amarela’

Governo britânico tira Portugal da ‘lista verde’ e passa a ‘amarela’

O governo britânico confirmou a decisão de tirar Portugal da ‘lista verde’ do corredor aéreo e colocou-o na ‘lista amarela’. Significa que ao regressarem a casa, os britânicos têm de se isolar 10 dias.

O anúncio foi feito esta quinta-feira que Portugal foi retirado da ‘lista verde’ do Reino Unido. Em resposta, o Ministério dos Negócios Estrangeiros português lamentou uma decisão cuja lógica não se alcança.

– Tomamos nota da decisão britânica de retirar Portugal da ‘lista verde’ de viagens, uma decisão cuja lógica não se alcança, lê-se numa nota publicada pelo Ministério chefiado por Augusto Santos Silva, que garante que Portugal está empenhado no combate à pandemia.

– Portugal continua a realizar o seu plano de desconfinamento, prudente e gradual, com regras claras para a segurança dos que aqui residem ou nos visitam, garante o Ministério dos Negócios Estrangeiros.

A decisão foi confirmada pelo secretário dos Transportes britânico, Grant Shapps, considerando que retirar Portugal da lista é uma medida de segurança para impedir que o Reino Unido tenha de recuar daqui a algumas semanas. Shapps sublinhou que foi uma decisão difícil, mas necessária tendo em conta que o número de casos quase duplicou desta a última avaliação.

O facto de Portugal estar na ‘lista verde’ fazia com que os turistas pudessem regressar ao Reino Unido sem terem de ficar em quarentena — o que deixará de acontecer. Agora, o país passa para a ‘lista amarela’, o que significa que, ao regressarem de Portugal, os turistas precisam de fazer dois testes no segundo e no oitavo dia após a chegada e isolar-se em casa por 10 dias. Esse período só pode ser reduzido se for feito um teste adicional, com resultado negativo, ao quinto dia.

António Costa reafirma que turistas ingleses são bem-vindos

Antes de conhecer a decisão do governo britânico, o Primeiro-Ministro, António Costa reafirmava que os turistas britânicos são bem-vindos ao nosso país.

O Chefe do Governo realçou que Portugal não vai avançar com qualquer restrição particular para quem entre no país via o Reino Unido. Quanto aos turistas ingleses não está prevista qualquer restrição particular, disse.

É que, segundo António Costa, não há notícia de ter havido uma involução da situação pandémica em Inglaterra e as restrições não têm a ver com a nacionalidade, mas com a situação de cada país.

Não se justifica, assim, limites especiais para o Reino Unido. Por isso, concluiu o Primeiro-Ministro após a reunião do Conselho de Ministros: temos todos a desejar que o Reino Unido vá melhorando de saúde e os turistas ingleses continuem a ser bem-vindos ao nosso país.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter