Início VIP Amadeus com quebras de 60% no 1.º trimestre

Amadeus com quebras de 60% no 1.º trimestre

COMPARTILHE

Comparativamente com o 1º trimestre de 2019, a Amadeus apresentou no 1º trimestre deste ano, uma quebra de 60,5%. Ou seja, apenas lucrou 117,8 milhões.

De acordo com a informação enviada ao supervisor do mercado de valores de Espanha (CNVM), entre janeiro e março, a Amadeus viu cair as suas receitas em 27,3% para 1.021,7 milhões de euros, com uma queda de 44,6% nas reservas de viagens.

Recorde-se que cerca de 45% das receitas da fornecedora tecnológica para o sector de viagens, vêm do negócio de distribuição, que caíram 45,5% face ao período homólogo de 2019, e o restante de soluções tecnológicas, que caíram 0,3%.

No negócio de distribuição inclui-se o facturado por reservas realizadas através de agências de viagens, uma rubrica que caiu 47,7% no primeiro trimestre para 85 milhões de euros devido, sobretudo, às quedas em Ásia-Pacífico (68,1%) e Europa (47,3%).

No negócio de soluções tecnológicas para companhias aéreas, a Amadeus diz ter-se ressentido da queda de 12% do volume de passageiros.

O Amadeus IT Group é um sistema de reservas de viagens por computador, detido pelo Amadeus IT Group, que foi criado em 1987 por uma aliança constituída pela Air France, Lufthansa, Iberia e Scandinavian Airlines System.

Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook