Início VIP Alitalia com um futuro muito sombrio

Alitalia com um futuro muito sombrio

COMPARTILHE

O futuro da Alitalia está agora mais sombrio, uma vez que tanto o grupo de aviação alemão  Lufthansa como os caminhos de ferro de Itália, a Ferrovie dello Stato, deixaram de estar interessadas em investir naquela companhia aérea, tendo mesmo desistido da qualquer licitação.

E para agravar mais a situação, o próprio governo italiano já prometeu não injectar mais dinheiro na Alitalia. Ou seja, neste momento, a situação da companhia nunca foi tão precária.

Durante uma audiência perante a Comissão de Transportes da Câmara dos Deputados da Itália que aconteceu na passada quarta-feira, o ministro do Desenvolvimento Económico, Stefano Patuanelli, disse que a Alitalia está numa estrada estreita e difícil, acrescentando não existem possibilidades infinitas para encontrar um comprador, mostrando-se frustrado com a falta de interesse na companhia aérea.

Sejam quais forem os factos, o certo á que a empresa aérea italiana continua a perder dinheiro a uma taxa de até 2 milhões de euros/dia.

Recorde-se que o operador ferroviário público italiano, Ferrovie dello Stato, está em negociações há vários meses. A empresa ferroviária fez uma oferta inicialmente em outubro, embora estivesse sujeita a várias condições, incluindo não ser o accionista maioritário do consórcio que poderia vir a ser criado.

Aliás, saliente-se que a Ferrovie dello Stato tudo fez para formar um consórcio. Inclusive, manteve conversações com a companhia aérea norte-americana Delta e também como a easyJet, mas ambas as partes desistiram da negociação. E agora, completamente.

O director da empresa Ferrovia dello Satto, Gianfranco Battisti, declarou perante a comissão parlamentar que para nós, este procedimento está encerrado, estamos fora de operação.

Refira-se também que, por outro lado, muitos esperavam que a Lufthansa fosse a salvadora de última hora da companhia aérea, já que circulavam rumores de que o grupo alemão estava em negociações com o governo italiano. No entanto, no dia anterior e na mesma comissão, Joerg Eberhart, CEO da Air Dolomiti – companhia aérea regional italiana parceira da Lufthansa – explicou que isso não aconteceria.

Fala-se ainda numa outra opção que não parece ser interessante: a Atlanta.

A Atlantia, empresa propriedade da família Benetton, é – possivelmente – o último potencial investidor, mas seu interesse é amplamente visto como um meio para atingir um fim. É a empresa responsável pelas autoestradas da Itália e enfrenta a suspensão de seu contrato após o colapso da ponte Morandi, em Génova, em 2018.

Gianfranco Battisti criticou o interesse da empresa de construção, afirmando que ficou claro que o interesse deles [Atlanta] estava na condição de resolução de outros assuntos, explicando que acredita que a empresa simplesmente queria alavancar a Alitalia para seu próprio ganho.

Sem investidores interessados, a falência da companhia aérea está a tornar-se uma possibilidade real.

Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.