Início B2 Airbus condenado em pesada multa

Airbus condenado em pesada multa

COMPARTILHE

O fabricante aeronáutico europeu Airbus vai destinar 3,6 biliões de euros para limpar os graves casos de corrupção e suborno detectados em França, no Reino Unido e nos EUA. Ou seja, uma quantia bem acima do lucro líquido consolidado do grupo que até setembro atingiu 2,186 biliões.

A Airbus chegou a um acordo de princípios com esses três países, cujo custo sobe para 3,6 biliões de euros em relação às contas de 2019, segundo uma nota da empresa. Vendo a proporção do investimento, os resultados até setembro de 2019 e considerando que em 2018 facturou 3 biliões de euros, tudo parece indicar que o fabricante pode até fechar o ano fiscal de 2019 com perdas.

Espera-se que os acordos com a OFS britânica, o PFN francês e o governo dos EUA sejam aprovados pelos tribunais judiciais, possivelmente, ainda hoje, sexta-feira, 31 de janeiro.

Entretanto, a empresa iniciou uma investigação na Áustria sobre a venda do caça Eurofighter para este país em 2003 por 2 biliões de euros.