Início B4 Airbus: 1.133ME de prejuízo em 2020

Airbus: 1.133ME de prejuízo em 2020

As perdas da Airbus, fabricante europeu de aviões, teve um prejuízo de 1.133 milhões de euros em 2020 onde se incluem um resultado financeiro negativo de 620 milhões de euros e ainda os custos de um empréstimo da OneWeb. Trata-se de um recente anuncio da Airbus apresentado em forma de comunicado.

Tal como muitas empresas, nomeadamente as ligadas ao sector aéreo, a Airbus também foi abalada pela crise da covid-19.

Mesmo assim, os números divulgados são inferiores ao prejuízo de 2019, ou seja, de 1.362 milhões de euros negativos.

Por isso, a fabricate de aviões europeu disse que não haverá distribuição de divisdendos.

O resultado operacional líquido (Ebit) também apresentou um saldo negativo de 510 milhões de euros no ano passado, em comparação com os 1.339 milhões de euros positivos no ano anterior, que reflete o desempenho dos vários negócios do grupo.

Na divisão de aviões comerciais, que é a mais importante do grupo, caiu para 1.330 milhões de euros negativos, em comparação com os 1.794 milhões positivos em 2019.

O volume de negócios da Airbus caiu globalmente 29% para 49.912 milhões de euros, sobretudo impactado pela queda nos aviões comerciais, em que as receitas baixaram 37% para 34.250 milhões de euros.

Mais ainda, diminuíram as encomendas líquidas ganhas, que caíram para 268 aviões, contra 768 em 2019.

Quanto às perspectivas, e assumindo que não haverá novas perturbações na economia global, no tráfego aéreo ou nas operações internas, o seu objectivo para 2021 é entregar o mesmo número de aeronaves comerciais que em 2020 e obter um resultado líquido ajustado de 2.000 milhões de euros.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here