COMPARTILHE

A Comissão Europeia saudou as mudanças feitas na plataforma de alojamento Airbnb, nomeadamente na apresentação dos preços aos utilizadores, um ano após ter exigido mais transparência à empresa de forma a respeitar a legislação comunitária.

Em comunicado, Bruxelas aponta que, em resultado das negociações com o Airbnb, a plataforma melhorou e esclareceu totalmente a forma como apresenta as ofertas de alojamento aos consumidores, o que está agora em consonância com as normas estabelecidas na legislação da UE [União Europeia] em matéria de consumo.

Recorde-se que em julho do ano passado, a Comissão Europeia instou o Airbnb a harmonizar as suas condições de utilização com as normas de defesa do consumidor da UE e a ser mais transparente na apresentação dos preços, sob pena de sofrer medidas coercivas. Foi ainda exigido que a plataforma passasse a ser disponibilizada uma ligação para o site da Resolução de Litígios em Linha.

Requisitos que, segundo divulgou agora Bruxelas, foram cumpridos. Ou seja, o Airbnb respondeu a todas as exigências feitas pela Comissão Europeia e pelas autoridades nacionais de protecção ao consumidor, lideradas pela Autoridade do Consumidor da Noruega, para adequar suas práticas e prazos às regras de consumo da UE.