Início B1A Airbnb com maus resultados operacionais

Airbnb com maus resultados operacionais

COMPARTILHE

De janeiro a março deste ano, a plataforma Airbnb perdeu cerca de 275 milhões de euros.

As perdas do portal de hospedagem mais popular do mundo mais que duplicaram entre o ano passado e este. Refira-se ainda, segundo o Airbnb, que grande parte destes prejuízos se devem ao aumento acentuado nos gastos com marketing.

Recorde-se, que tanto Booking como o Expedia, especialmente o primeiro, têm no marketing – basicamente publicidade no mecanismo de pesquisa do Google – o seu maior conceito de despesa.

O Airbnb gastou algo como 330 milhões de dólares em marketing e vendas só nos três primeiros meses deste ano, o que representa um aumento em 58% em relação a 2018 só nesta área.

Contudo, isso por si só não explica todas as perdas, já que também aumentou nos gastos com desenvolvimento de produtos em 51% e no atendimento ao cliente em 30%.

Pela primeira vez este ano, o Airbnb provavelmente gastará mais de um bilião de euros em marketing, principalmente numa empresa, a Google, que é sempre quem ganha nessas situações.

Os números do Airbnb estão a ser cuidadosamente examinados pelos investidores uma vez que a empresa pretende entrar em Bolsa em 2020.

Actualmente, os investidores são “escaldados” com as situações geradas por outras grandes plataformas, como a Uber ou a Deliveroo, que, depois distribuírem as suas acções, têm estado constantemente a perder valor, uma vez que os resultados económicos não acabam por justificar o valor do preço.

Contudo, o caso do Airbnb não é tão delicado quanto o dessas duas empresas, mas enquadra-se na mesma categoria e está a ser sujeito a um exame cuidadoso.