COMPARTILHE

A Air France prepara-se para fazer uma revolução no que toca a substituição de aeronaves. E isso pode acontecer já no final deste mês (julho) ou em agosto.

O grupo Air France-KLM é um dos poucos gigantes do mundo que não optou por praticamente nenhum avião ‘narrowbody’ da nova geração, com exceção da recente encomenda da KLM para o Embraer E195-E2, para substituir os E190-E1, conforme o Opção Turismo divulgou.

Ao que dizem os ‘mexericos’ a frota de corredor único da Air France – hoje composta por toda família A32F do A318 até o A321 – será substituída pelos A220 e A320neo e, talvez, pelo A321neo/LR/XLR.

Recorde-se que actualmente a empresa francesa possui 114 aeronaves da família A32F. O A220 (antigo Bombardier CSeries CS100 e 300) iriam substituir o Airbus A318 e A319, e os A320neo e A321neo os seus antecessores respectivamente. Se a encomenda for avante, os pedidos ficariam divididos praticamente em duas partes iguais nas duas famílias de aeronave.

A Air France também já esgotou praticamente o que tinha de fazer com o seu Airbus A380, que consome muito e que se transformou num problema para muitas companhias aéreas.

Depois de já se ter livrado de metade da frota desses aviões, estuda agora a possibilidade de ‘despachar’ os restantes cinco A380-800. Uma substituição que até pode acontecer neste outono.

Saliente-se que agora é o Boeing 787 e o A330neo que estão nos desejos da companhia. Quanto ao A350-1000, outra das hipóteses, a exorbitância do seu preço fez com que a Air France desistisse aquando das negociações com a Airbus.