AHRESP apresenta ao Governo plano para garantir sobrevivência

Numa derradeira tentativa para salvar os sectores mais fustigados pela crise pandémica, tais como o alojamento turístico e a restauração e similares, a AHRESP apresentou um plano ao Governo para enfrentar a pandemia e garantir a sobrevivência dessas empresas que representa.

O plano assenta em seis acções de intervenção como 10 medidas que considera essenciais para apoiar as actividades económicas da restauração, similares e do alojamento turístico. Realça a Associação que face às contínuas consequências das restrições sanitárias no funcionamento das empresas, é urgente um novo quadro de medidas de apoio.

Mais de um ano depois do início da crise pandémica provocada pela Covid-19 e com as perspectivas de recuperação para o Verão em baixa, a AHRESP lembra que tem vindo a defender, de forma reiterada, a necessidade urgente para que mais e melhores apoios cheguem urgentemente às empresas, que registaram uma quebra de 41% em 2020 face a 2019, o que significa que se perderam mais de 6,5 mil milhões de euros.

– Perante uma quebra na actividade económica com esta dimensão em 2020, e perspectivando-se que o ano 2021 manterá a mesma tendência, os apoios são fundamentais e urgentes para garantir a sobrevivência das empresas, indica a AHRESP, para acrescentar que só com medidas robustas, ágeis e céleres é que será possível alcançar o equilíbrio entre economia e saúde, o que nunca foi verdadeiramente conseguido desde o início da crise pandémica.