Início B4 AHETA: hotéis de 5* com maior ocupação no Algarve

AHETA: hotéis de 5* com maior ocupação no Algarve

A Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve, AHETA,  refere que em Outubro deste ano a taxa de ocupação global média/quarto foi de 61,9%, ou seja, 9,7 pontos percentuais abaixo do verificado em outubro de 2019 (-13,6%).

Em termos acumulados desde Janeiro, este indicador encontra-se 49,8% abaixo (-33,8pp) do verificado no período homólogo de 2019.

Por sua vez, a taxa de ocupação global média/cama foi de 47,8%, 11,2pp abaixo da verificada em Outubro de 2019 (-19,0%).

A associação diz ainda que, face ao mês homólogo de 2019, as zonas de Tavira, Faro / Olhão e Vilamoura / Quarteira / Quinta do Lago registaram ocupações semelhantes. As restantes zonas sofreram quebras que oscilaram entre -32,4% (-19,9pp) em Monte Gordo / VRSA e -11,1% (-8,1pp) em Lagos / Sagres.

A zona de Faro / Olhão foi a que registou a taxa de ocupação mais elevada, 82,7%, enquanto a mais baixa ocorreu na zona de Monte Gordo / VRSA, com 41,4%.

Por categorias, as descidas variaram entre -21,0% (-15,9pp) nos hotéis e aparthotéis de 4* e -1,8% (-1,2pp) nos hotéis e aparthotéis de 5*.

Destaque-se que os hotéis e aparthotéis de 5* foram os que registaram a taxa de ocupação mais alta (67,4%), sendo que a mais baixa ocorreu nos de 4* (59,7%).

Quanto aos mercados, registaram-se descidas absolutas face a 2019, sendo as maiores as do Reino Unido (-7,8pp, -36,5%) e da Alemanha (-3,6pp, -40,7%). No entanto, o mercado nacional apresentou uma subida face a 2019 de 2,8p4,3p (+4%).

Em Outubro último, a maior fatia das dormidas coube aos turistas britânicos com 28,4%, seguidos pelos portugueses (19,2%), alemães (10,9%) e holandeses (8,9%).

Relativamente ao número de hóspedes, os portugueses lideraram com 26,9%, seguidos pelos britânicos (23,1%), alemães (7,9%) e espanhóis (6,9%).

——————————————————————————-



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter