Início Opção Turismo Aeroportos nacionais vão poder ostentar o selo ‘Clean & Safe’

Aeroportos nacionais vão poder ostentar o selo ‘Clean & Safe’

COMPARTILHE

O selo ‘Clean & Safe’ contemplou numa primeira fase apenas aos empreendimentos turísticos, empresas de animação turística e agências de viagens, desde sexta-feira (15) está disponível para restauração e alojamentos locais e o presidente do Turismo de Portugal assegurou que será alargado aos aeroportos nacionais.

Luís Araújo disse numa web conferência sobre ‘Turismo: a reinvenção de um sector, que o Turismo de Portugal e a ASAE vão fiscalizar entidades que recebam o selo que pretende transmitir segurança aos consumidores com a reabertura gradual da economia.

Igualmente, o Turismo de Portugal vai duplicar o número de acções de formação sobre o selo. A iniciativa começou com 2.000 formandos por semana e vai passar para 4.000. Por outro lado, em breve será disponibilizada uma plataforma onde os consumidores poderão dar a sua opinião sobre os estabelecimentos ‘Clean & Safe´ que frequentaram.

– Temos de pensar que os nossos turistas estão agora com receio de viajar e as nossas empresas estão com baixa confiança na retoma, com quebras, afirmou o responsável da entidade que criou este selo, considerando tratar-se de uma questão de confiança e de partilha de responsabilidade. É um sinal que estamos preparados para receber qualquer pessoa, acrescentou.

A iniciativa que visa transmitir segurança aos consumidores e ajudar à retoma da actividade entrou em vigor pela primeira vez a 24 de Abril. Agora, numa medida conjunta da Agência de Modernização Administrativa, DGAE e associações sectoriais, o Turismo de Portugal anunciou o alargamento do selo ‘Clean & Save’ ao sector da restauração e bebidas e aos alojamentos locais (AL).

Segundo a autoridade turística nacional, a medida serve para distinguir as actividades turísticas que asseguram o cumprimento de requisitos de higiene e limpeza para prevenção e controlo da Covid-19 e de outras eventuais infecções, reforçando, assim, a confiança do turista no destino.

O selo, válido por um ano, é gratuito, opcional, e pode ser obtido após o cumprimento de um conjunto de disposições presentes na declaração de compromisso ​que está disponível na plataforma digital do Balcão do Empreendedor. Terminada a validação online do compromisso, as empresas ficam habilitadas à utilização do selo ora no espaço físico ora nos canais de comunicação.

Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook