Aeroportos nacionais: 3,6 milhões de passageiros em Setembro

O Instituto Nacional de Estatística (INE) anunciou que em Setembro os aeroportos portugueses registaram um movimento de 3,6 milhões de passageiros. Ou seja, mais 95,8% face a igual mês do ano passado, mas ainda longe dos números de 2019 (-39,3%).

Nos primeiros nove meses deste ano, verificou-se um aumento de 3,6% no movimento de passageiros nos aeroportos nacionais face ao igual período do ano anterior. Todavia, o INE refere ainda que comparando com o mesmo período de 2019 a queda foi de 66,1%.

Até Setembro, França foi o principal país de origem e de destino dos voos, seguindo-se, com um volume de passageiros significativo, mas mais reduzido, o Reino Unido e a Alemanha.

Em termos de passageiros desembarcados nos aeroportos nacionais no mês de Setembro, o INE revela que 76,9% corresponderam a tráfego internacional, sendo que na sua maioria são provenientes dos aeroportos do continente europeu (67,6%).

Quanto aos passageiros embarcados, 77,4% corresponderam a tráfego internacional, tendo como principal destino aeroportos localizados no continente europeu (70%).

Já no que concerne a aeronaves, no mês de Setembro aterraram nos aeroportos nacionais 15,8 mil aeronaves em voos comerciais (-27% do que em 2019), transportando 3,6 milhões de passageiros (embarques, desembarques e trânsitos diretos).

Nos primeiros nove meses deste ano, o aeroporto de Lisboa movimentou 44,9% do total de passageiros (7,1 milhões), o que correspondeu a uma queda homóloga de 8,8%.

No sentido inverso, o aeroporto de Faro registou até Setembro um aumento de 14,5% no movimento de passageiros (2,1 milhões), apesar do valor se encontrar ainda distante do observado no mesmo período em 2019 (7,4 milhões de passageiros e uma queda de 71,8%).