Início VIP Actividade turística em Abril foi quase nula em Portugal

Actividade turística em Abril foi quase nula em Portugal

A actividade turística em Portugal, como era de esperar, foi praticamente nula em Abril, conforme confirmam os dados publicados esta quarta-feira (17) pelo INE.

No sector do alojamento turístico registou 60,1 mil hóspedes e 175,5 mil dormidas em Abril de 2020, correspondendo a variações de -97,4% e -97,0%, respectivamente. Pela mesma ordem, os dois indicadores caíram -62,6% e 58,7% em Março, pela mesma ordem).

Em Abril, o mercado interno (peso de 66,7%) contribuiu com 117,0 mil dormidas, o que representou um decréscimo de 93% (-58,1% em Março), enquanto as dos mercados externos diminuíram 98,6% (-58,9% no mês anterior) e atingiram 58,5 mil.

No conjunto dos primeiros 4 meses do ano, verificou-se uma diminuição de 45,8% das dormidas totais, resultante de variações de -39,0% nos residentes e de -48,7% nos não residentes, indica o INE.

No mês em análise, todas as regiões registaram decréscimos das dormidas superiores a 90%, com as maiores reduções a verificarem-se nos Açores (-99,9%) e Madeira (-99,1%). O Alentejo (-92,6%) foi a região onde se registou menor diminuição. No acumulado dos primeiros 4 meses do ano, as regiões que apresentaram menores diminuições foram o Alentejo (-39,3%) e a Região Autónoma da Madeira (-39,8%).

No que respeita aos 16 principais mercados emissores para Portugal, os decréscimos foram superiores a 95%, tendo representado 75,8% das dormidas de não residentes nos estabelecimentos de alojamento turístico neste mês.

Desde o início do ano, todos os principais mercados registaram decréscimos, com maior enfoque nos mercados irlandês (-62,8%), suíço (-58,7%), belga (-57,9%), e francês (-55,7%). Os mercados canadiano (-29,5%) e brasileiro (-34,3%) foram, entre os principais, os que registaram menores caídas.

A taxa líquida de ocupação-cama nos estabelecimentos de alojamento turístico (7%) recuou 41,4 p.p. em Abril e -21,6 p.p. em Março.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter