Início B1A Acções de Efromovich vão a leilão para pagar dívida à United

Acções de Efromovich vão a leilão para pagar dívida à United

COMPARTILHE

Meses depois de perder o poder de controle no seu maior negócio, Germán Efromovich dá o último adeus à Avianca. Isto, porque as suas acções vão ser leiloadas por decisão judicial e depois do empresário brasileiro-colombiano não honrar um empréstimo que fez junto à United Airlines, colocando como garantia exactamente as suas acções na Avianca Holdings, da Colômbia.

Recorde-se que o empréstimo foi feito em janeiro deste ano, com Efromovich prometendo resolver as questões tanto na Avianca Brasil quanto na irmã colombiana.

Porém, nada disso aconteceu. Assim, a Avianca Brasil, sem dinheiro, teve de encerrar e a Avianca Holdings foi salva pela própria United através da Kingsland que injectou 250 milhões de dólares.

Contas são contas e há que pagá-las e a United  anunciou em maio último a dívida, ainda por pagar, de Efromovich: 450 milhões de dólares.

Muito recentemente e durante uma entrevista,  Germán Efromovich afirmou que num prazo de até quatro meses as suas acções na Avianca irão a leilão público seguindo uma decisão do Tribunal de Nova Iorque, onde a Avianca Holdings está registada e presente na bolsa da cidade.

Actualmente, Germán Efromovich possui 51,5% das acções totais da empresa, estimando-se que o leilão público deverá alcançar os dois biliões de dólares.

O prazo para pagamento do empréstimo com a United era de 8 anos, mas como não pagou nenhuma das primeiras parcelas, a companhia aérea norte-americana foi a Tribuna para “penhorar” as acções dadas como garantia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here