Início B5 A razão para o Governo não nacionalizar a Groundforce

A razão para o Governo não nacionalizar a Groundforce

Durante uma audição regimental na Comissão da Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação, que entre outros assuntos abordou a situação da Groundforce, o ministro das Infraestruturas e Habitação, explicou que o Governo não avançou com uma nacionalização da Groundforce para evitar o risco de litigância e dada a complexidade destes processos. No fundo, uma resposta ao Bloco de Esquerda que defendeu esta solução. Pedro Nuno Santos acrescentou ainda que tal processo poderia conduzir ao pagamento de uma indemnização.

A solução de nacionalizar de nacionalizar a Groundforce não foi adoptada antes porque não podíamos no quadro da estratégia que tínhamos, disse o governante que acredita ser a que melhor defende os interesses do Estado.

O ministro não quis revelar qual o plano do Estado, mas garantiu que a solução vai ser discutida hoje (21) com os sindicatos da Groundforce, em reuniões marcadas com o Governo.

Tal como já foi referido em anterior notícia que publicámos, o ministro afirmou que o Estado e a TAP irão assegurar uma solução para a Groundforce, mesmo que falhe o processo de venda das acções da empresa a um grupo liderado pelo Montepio e que integra também Paulo Neto Leite, ex-CEO da Groundforce.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here