Início principal Reclamações afetas ao Turismo sobem 30% este ano

Reclamações afetas ao Turismo sobem 30% este ano

26MAR24 – Com as férias da Páscoa à porta e com a elevada procura por pacotes de férias de Verão, o Portal da Queixa divulgou quais são os principais constrangimentos que estão a assolar, este ano, o setor do Turismo, nomeadamente as entidades com mais reclamações.

A análise efetuada à categoria Hotéis, Viagens e Turismo, entre os dias 01 de janeiro e 17 de março, revela que o número de reclamações dirigidas ao setor regista um aumento na ordem dos 30%, em comparação com o mesmo período de 2023.

Este ano, os consumidores portugueses já registaram 1.140 reclamações no Portal da Queixa, e em 2023, no período homólogo, foram contabilizadas foi 878.

Entre as subcategorias do setor com o maior volume de reclamações recebido, estão os ‘sites’ de Reserva de Viagens (49%); as Companhias Aéreas (18.9%); os Marketplaces – Viagens, Produtos e Serviços (8.6%); as Agências de Viagens (7.4%); os sites’ de Reservas de Alojamento (7.4%) e os Hotéis – Cadeias Hoteleiras, a ocupar uma fatia de 2.2% no total de queixas apurado este ano.

Os cinco principais motivos de reclamação apresentados pelos consumidores relacionam-se com cobrança indevida, a gerar 33.6% das queixas recebidas.

Dificuldades com o reembolso acolhem 16.3% das reclamações e problemas com a qualidade da hospedagem/serviço: 6.7%. Os problemas com o cancelamento de reserva ocupam uma fatia de 6.5% e os constrangimentos no apoio ao cliente motivaram 5.6% das ocorrências.

De acordo com os dados, o motivo burla é denunciado pelos consumidores em queixas apresentadas contra as categorias Marketplaces (12.5%) e Agências de Viagens (9.8%).

Sobre os operadores com o maior volume de reclamações, figuram no ranking a TAP, a Ryanair, a easyJet e o Booking.

A análise permitiu ainda aferir que, as quatro entidades mais visadas registam um baixo nível de performance no Portal da Queixa, no que se refere à resolução dos problemas reportados pelos consumidores.