Início principal No Expresso Oriente através da Turquia

No Expresso Oriente através da Turquia

23JAN24 – Esta experiência ferroviária tornou-se uma das atrações mais procuradas na Turquia, percorrendo cerca de 1.310 quilómetros em aproximadamente 26 horas, onde se pode descobrir as impressionantes paisagens de inverno entre as cidades de Ankara e Kars.

Chegado o inverno, quando o manto branco cobre alguns dos pontos mais frios da geografia turca, centenas de locais e turistas voltam seus olhares para o Expresso do Oriente. Sob a proteção de seus vagões, com todo tipo de comodidades, os passageiros desfrutam das belas paisagens moldadas pela textura, formas e cores da neve.

Dogu Express ou Expresso do Oriente: uma viagem de sonho

O crescimento da popularidade da linha regular do Expresso do Oriente (Dogu Express) obrigou, em 2019, a adicionar uma versão exclusivamente turística conhecida como Expresso Turístico do Oriente, para atender ao grande aumento da demanda.

O Expresso Turístico do Oriente diferencia-se em dois elementos. O primeiro é o conforto: enquanto o original oferece carruagens-cama e beliches, este comboio incorpora oito carruagens, com camas de qualidade superior e uma carruagem restaurante. O segundo é a duração: enquanto a versão genuína tem 50 paragens, a do Expresso Turístico do Oriente terá 29 paragens, em algumas ocasiões durante duas ou três horas para facilitar as visitas naquela área.

Na temporada 2023-2024, o Expresso do Oriente faz paragens de caráter turístico nas estações de Erzincan e Erzurum no trajeto de Ankara para Kars (ida), e em Divriği e Sivas no trajeto de Kars para Ankara (volta).

Durante as viagens, é comum que os passageiros, provenientes de diversos cantos do mundo, se reúnam nas suas carruagens para realizar intercâmbios culturais, refletidos em decorações típicas ou em iguarias que trazem de seus países ou encomendam ao serviço do comboio.

Última estação: Kars, a cereja no topo do bolo

Antes de empreender a viagem de volta para Ankara, o Expresso do Oriente faz uma parada na mágica cidade de Kars, porta de entrada para a Anatolia a partir do Cáucaso.

Kars acolheu ao longo de sua história vários assentamentos. Por suas terras passaram urartianos, persas, romanos orientais, seljúcidas, otomanos e russos, resultando em um destino com uma riqueza cultural e arquitetónica totalmente eclética.

Sua diversidade pode ser apreciada em um passeio pela cidade, onde coexistem castelos, igrejas, pontes e banhos, assim como estruturas que refletem a arquitetura de estilo báltico. Uma das visitas obrigatórias na cidade é o Sítio Arqueológico de Ani, declarado Património Mundial pela UNESCO. Esta antiga cidade murada reúne catedrais, mesquitas, caravançarais e outras estruturas que transportam para o presentes exemplos arquitetónicos que oferecem uma visão de como era a vida naquela época.

Kars também é um destino famoso para os amantes dos desportes de inverno. A 56 quilômetros do centro, está a estação de esqui de Sarikamis, a terceira mais alta do mundo.

Por fim, não se pode deixar Kars sem visitar o lago Çildir, localizado a quase 2.000 metros de altitude, que congela completamente em novembro, quando os locais atravessam sua superfície congelada em trenós puxados por cavalos.